Menu
Busca sexta, 05 de março de 2021
(67) 99257-3397

Radialista havia se mudado na quinta-feira

21 abril 2004 - 10h37

O radialista Samuel Roman, executado com onze tiros por volta das 18h40 de ontem em Coronel Sapucaia, na fronteira com o Paraguai, havia se mudado para a cidade na última quinta-feira. O radialista foi morto minutos após ter chegado em casa, que fica localizada à avenida Flávio Derzi, antiga Internacional por dois homens, enquanto outros dois davam cobertura do lado paraguaio em duas motos. Após a execução, os quatros fugiram em direção ao território paraguaio. O radialista que era proprietário de uma emissora de rádio Am em Capitan Bado, cidade aonde será sepultado hoje à tarde, era filhos de paraguaios, porém ele era de nacionalidade brasileira.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Soraya Thronicke lembra que aprovação da PEC Emergencial vai salvar vidas
REGIÃO
Soraya Thronicke lembra que aprovação da PEC Emergencial vai salvar vidas
PAGAMENTO
Salários dos servidores de Dourados estão disponíveis para saque
FRONTEIRA
Dono de empresa de guincho é executado a tiros dentro de caminhonete
TEMPO
Sexta-feira nublada com possibilidade de chuva em Dourados
Jovem morre ao ser atingido por raio quando trabalhava em fazenda
PARAÍSO DAS ÁGUAS
Jovem morre ao ser atingido por raio quando trabalhava em fazenda
POLÍTICA
Secretário da prefeitura de Dourados vai à Brasília destravar projetos e obras
TRÊS LAGOAS
Vizinhos ouvem tiro, denunciam e mulher é encontrada ferida em residência
FUTEBOL
STJD indefere pedido do Vasco para anulação de jogo com o Inter
CORUMBÁ
PMA realiza campanha educativa sobre atropelamentos de animais silvestres 
JUSTIÇA
Weintraub é condenado por dizer que universidades cultivam maconha

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados