Menu
Busca segunda, 21 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Publicitário Rodrigo Santana pergunta: De quem e a culpa?

15 maio 2006 - 17h04

Hoje pela manhã tomando um café delicioso, porém, com um gosto um pouquinho amargo pela situação em que o Estado de São Paulo amanheceu, algo me dizia que eu deveria desabafar de alguma maneira. Tinha que expressar minha indignação com o que vem ocorrendo há anos. O que está acontecendo é um mero efeito colateral do remédio que o Estado vem tomando. Chegando ao trabalho li uma reportagem que me tirou o “sono”, ou melhor, o “dia” e acabei tirando algumas conclusões. Reescrevo aqui trechos do “Marcola” líder geral do Primeiro Comando da Capital (PCC), se referindo ao diretor geral do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) Godofredo Bittencourt. “Não, doutor, não é verdade, eu não vou matar o Rui. Eu vou matar você...”, “Eu posso entrar numa delegacia e matar um policial, mas um policial não pode entrar na cadeia e me matar, pois é obrigação do estado me proteger”.Essa e a realidade de um governo que sempre investiu em penitenciárias, cadeias, na qual a única perspectiva para os jovens do estado de SP é prestarem concurso para se tornarem agentes penitenciários ou Policiais Militar, não que eu esteja desmerecendo esta classe tão guerreira e que nos cidadãos deveríamos tirar o chapéu. Um lugar onde não se investe em cultura, educação, empresas e indústrias, onde um jovem já não acredita numa carreira, um lugar onde o tráfico de drogas é mais acolhedor que o estado. Onde iremos chegar?Independentemente de partidos políticos, temos que parar de demagogias, atacando o governo federal e mostrando suas falhas. Parar de vangloriar Sr. Geraldo, como Governador de um estado avançado, desenvolvido sim!!! Concordo plenamente!! Avançado em números de presídios construídos pelo Senhor, desenvolvidos em diversas cidades do nosso estado de SP (pelo menos a cada três cidades do estado uma tem um presídio de segurança máxima). Mas e agora Sr. Geraldo Alckimin, o que me contas, já que não é mais governador, que deixou o estado na mão de um incompetente, que, por interesses políticos nega a força da Polícia Federal para controlar a situação. E quem paga por isso??? Pergunte ao povo, pergunte às famílias dos policiais mortos, agentes penitenciários feitos reféns, guardas municipais sentindo o terror na pele, pergunte aos familiares daquele bombeiro morto, aquele cuja profissão era salvar vidas, ou melhor pergunte aqueles heróis que ainda que por miseráveis salários, continuam nos frontes de batalha defendendo o direito de ir e vir do cidadão brasileiro. Bom isso eu não preciso responder, só posso dizer que eu, como milhões de paulistanos, paulistas e brasileiros amanhecemos de LUTO.* Rodrigo Daniel D. Santana. O autor é publicitário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Três pacientes aguardam por leitos de UTI Covid em Dourados
SISTEMA DE SAÚDE
Três pacientes aguardam por leitos de UTI Covid em Dourados
IMUNIZAÇÃO
Brasil recebe lote de vacinas da Pfizer pelo consórcio Covax Facility
ESPORTES
Liga das Nações: Brasil termina 1ª fase com vitória e enfrenta Japão
CULTURA
Exposição com obras de Conceição dos Bugres fica no Masp até janeiro
POLÍTICA
Congresso recebe iluminação verde para incentivar preservação ambiental
PANDEMIA
Brasil registra 17,9 milhões de casos de covid-19 e 501,8 mil mortes
POLÍTICA
Vereadores votam LDO da Capital na terça-feira com projeção de R$ 4,669 bilhões
BRASILEIRO
Ceará domina Inter fora de casa, mas duelo acaba empatado
REGIÃO
Jovem é detido por populares após roubar de cerveja em conveniência
ESPORTES
Judô paralímpico do Brasil vai quatro vezes ao pódio na Inglaterra

Mais Lidas

ASSASSINATO
Investigações apontam que mulher foi atraída para o local do crime por proposta de trabalho
VIVAL DOS IPÊS
Com suspeita de latrocínio, mulher é encontrada morta em Dourados
LAGUNA CARAPÃ
Veículo de mulher morta em Dourados é encontrado
REGIÃO
Preso, motorista de Corolla que matou moto entregador nega "racha"