Menu
Busca domingo, 11 de abril de 2021
(67) 99257-3397

PT não quer cabeças e nem atrapalha união da base aliada

18 maio 2005 - 13h29

O líder do PT na Câmara, deputado Paulo Rocha (PA), negou nesta quarta-feira que o seu partido esteja atrapalhando a união da base aliada ao governo no Congresso e que o PT queira a cabeça de qualquer ministro. Rocha participou de reunião promovida pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva com os integrantes da Mesa Diretora da Câmara e os líderes partidários da Casa, tanto de oposição, como da base aliada. A falta de articulação política e a centralização do PT nos principais cargos do governo foram duas das críticas feitas pelos líderes ao presidente Lula. Paulo Rocha nega que o seu partido centralize as funções. "Não há hegemonia do PT nos cargos. Temos ministros sem partido, ministros do PT e ministros de outros partidos da base aliada. O PT não está atrapalhando a união da base", disse. O líder petista disse ainda que o seu partido jamais pediu a cabeça do ministro da Coordenação Política, Aldo Rebelo. "Não estamos em busca da cabeça do ministro Aldo. A posição do ministro Gushiken [Luiz Gushiken, secretário de Comunicação do governo] é de que a articulação política seria melhor conduzida nas mãos do PT. Esta é uma opinião dele, não do PT." Enquanto Paulo Rocha saiu em defesa do seu partido, o líder da minoria na Câmara, deputado José Carlos Aleluia (PFL-BA), não poupou críticas "à voracidade" petista e ao próprio governo por ocupar cargos. "Quem melhor definiu a posição do governo petista foi o presidente argentino, Néstor Kirchner, ao dizer que o Brasil quer todos os cargos que vê pela frente."Já o líder do PSDB na Câmara, deputado Alberto Goldman (SP), afirmou que a base aliada reivindica do governo a mesma coisa que a oposição, isto é, o fim das imposições. "Eu acho que a base não conseguiu se entender mais porque houve, nos últimos dois anos, um trator passando por cima do Congresso e da oposição. O fato dos desentendimentos e da eleição do novo presidente da Câmara possibilitou uma relação de outro tipo, mais democrática."

Deixe seu Comentário

Leia Também

Covid-19: Brasil registra 72 mil casos e 2,6 mil mortes em 24 horas
SAÚDE
Covid-19: Brasil registra 72 mil casos e 2,6 mil mortes em 24 horas
Wrestling: Laís Nunes leva medalha de ouro em torneio na Bulgária
BRASIL
Wrestling: Laís Nunes leva medalha de ouro em torneio na Bulgária
Real Madrid vence Barcelona por 2 a 1 com golaço de letra de Benzema
INTERNACIONAL
Real Madrid vence Barcelona por 2 a 1 com golaço de letra de Benzema
MEC prorroga prazo de inscrição para o Sisu
NOVO PRAZO
MEC prorroga prazo de inscrição para o Sisu
Petrobras conclui venda de participação em parque eólico no Nordeste
ECONOMIA
Petrobras conclui venda de participação em parque eólico no Nordeste
JUSTIÇA
Fux marca para terça-feira julgamento sobre CPI da covid-19
SAÚDE
Pandemia impacta saúde mental de profissionais da linha de frente
DOURADOS
Homem tem celular roubado por indivíduo armado no centro de Dourados
ECONOMIA
Teto de gastos e reforma da Previdência geraram economia de R$ 900 bilhões
PANDEMIA
Fiocruz: aumento de casos de covid em menores de 59 anos supera 1.000%

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista tem suspeita de fratura nas pernas após ser atingido por carro
VILA INDUSTRIAL
Veículo é destruído pelo fogo em Dourados e ocupantes saem ilesos; veja vídeo
RESGATE
Menina estava brincando com irmãos e avó quando se afogou no Rio Dourados
HOMICÍDIO
Jovem é morta com tiros de escopeta em Itaporã