Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Provas dos inscritos para transferência acontecerão domingo

04 fevereiro 2011 - 12h11

O Mestrado Profissional em Saúde das Fronteiras FIOCRUZ/UFGD realiza na quarta-feira (09/02), às 19h, a palestra “Manejo Clínico da Dengue”, com o Dr. Rivaldo Venâncio, aberta a todos os interessados.

A palestra faz parte do módulo de bioestatística do mestrado e será na sala de aula (em frente à biblioteca) do Hospital Universitário (HU/UFGD), localizado na Rua Gerônimo Marques Matos, nº 558, Altos do Indaiá.

Rivaldo Venâncio possui doutorado em Medicina Tropical pela Fundação Oswaldo Cruz (1997) e pós-doutorado em Medicina Tropical com ênfase no estudo das doenças causadas por vírus pela mesma instituição. Atualmente é professor associado da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), membro do Comitê Técnico Assessor em Dengue e Dengue Hemorrágico e do Comitê Técnico Assessor em Febre Amarela, ambos do Ministério da Saúde. Também é responsável técnico pelo Escritório da Fundação Oswaldo Cruz em Mato Grosso do Sul e membro dos Grupos Assessores Técnicos para Dengue e para Chikungunya da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).
Sobre o Mestrado em Saúde das Fronteiras

O Mestrado Profissional de Vigilância em Saúde das Fronteiras é realizado em Dourados pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca – ENSP/FIOCRUZ e coordenado pela professora Mariza Miranda Theme Filha, com coordenação adjunta do infectologista Rivaldo Venâncio da Cunha. Na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) o Mestrado Profissional em Saúde das Fronteiras é coordenado pela Faculdade de Ciências da Saúde (FCS).

O objetivo é formar gestores e profissionais de saúde em atividades de pesquisa e desenvolvimento tecnológico na área de Vigilância em Saúde na fronteira Brasil-Paraguai, além de capacitar os alunos para o planejamento e a avaliação de políticas públicas e desenvolvimento de tecnologias com enfoque epidemiológico, social e ambiental.

O curso é voltado, especificamente, para os profissionais de saúde pública inseridos nos serviços, com conteúdos programáticos dirigidos para atender às necessidades do cotidiano desses serviços e com a produção de conhecimento advinda e voltada para essa realidade, visando contribuir para o fortalecimento do Sistema Nacional de Vigilância à Saúde e a consolidação do Sistema Único de Saúde do Brasil, bem como contribuir com a implantação do novo Sistema de Saúde paraguaio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Homem morre após bater motocicleta na traseira de caminhonete
Dourados vai receber recursos para ampliação de esgotamento sanitário
SAÚDE
Dourados vai receber recursos para ampliação de esgotamento sanitário
BATAGUASSU
Ex-marido descarrega revólver contra mulher que fica em estado grave
EDUCAÇÃO
Professores desenvolvem projeto que busca integrar Escola e Universidade
Jovem de 21 anos é autuada por incêndio em vegetação e resíduos
Jovem de 21 anos é autuada por incêndio em vegetação e resíduos
SAÚDE
Anvisa autoriza produto à base de cannabis em projeto com a Fiocruz
POLÍCIA
Suspeito de assassinar artista plástica em Campo Grande é morto pela polícia
Governo libera R$ 2,61 bilhões para as universidades federais
AQUIDAUANA
Quadrilha especializada em abigeato é presa enquanto dividia carcaça de vaca
REGIÃO
Barbosinha ressalta trabalho de Tereza Cristina ao prestigiar entrega de títulos

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Murilo Zauith passa por reabilitação e segue internado em SP
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
DOURADOS
Criança encontrada morta apresentou problemas estomacais uma semana antes
CACHOEIRINHA
Polícia fecha ponto de distribuição de drogas e prende abastecedor