Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

Proposta de reforma tributária é discutida na FIEMS

29 março 2008 - 06h28

A Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (FIEMS), em parceria com a Seccional da OAB/MS, realizou ontem (28/03), o Seminário “Reforma Tributária – A Reforma que Queremos”, com o objetivo de discutir a reforma tributária proposta pelo governo federal através da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) nº. 233/2008.

De acordo com o assessor jurídico da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (FAMASUL), o advogado Gervásio de Oliveira, a reforma proposta não contempla, de maneira alguma, o que a sociedade brasileira almeja: a redução da burocracia e da carga tributária. “Pelo contrário, o que se percebe é que ela acarretará um aumento dos impostos. Para mim essa reforma não passa de um engodo do governo para ‘engordar’ os cofres públicos, contribuindo assim para que os estados fiquem cada vez mais dependentes de recursos da União. O que não deixa de se um estímulo à corrupção”, lamenta o advogado.

O presidente da FAMASUL, Ademar Silva Junior, afirma que o produtor rural precisa estar ciente sobre as causas dessa reforma tributária ao agronegócio. “O produtor rural precisa estar ciente de que a reforma pode onerar ainda mais a atividade”, coloca.

Autoridades, políticos, representantes de entidades de classe e de diversos outros segmentos da sociedade civil sul-mato-grossense, que compareceram ao evento, tiveram acesso a informações importantes para avaliar se o que está proposto nesta reforma terá reflexos positivos ou negativos no desenvolvimento econômico do estado.

O presidente da Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MS), Fábio Trad, lembrou que o setor produtivo do país como um todo sofre com o peso da carga tributária. Ele ressaltou a importância de se debater, o quanto antes, esta proposta, que já foi encaminhada para discussão e aprovação do Congresso Nacional.

Trad afirmou que “a OAB está de mãos dadas com o setor produtivo para evitar que a reforma tributária signifique uma evasão de divisas de Mato Grosso do Sul”.

Para o presidente da Federação das Indústrias do Estado de MS (FIEMS), Sérgio Marcolino Longen, “Mato Grosso do Sul não pode ficar a mercê de interesses de estados mais desenvolvidos. A maneira como a proposta de reforma tributária trata a isenção fiscal, significa o fim da nossa principal arma para atrair investimentos”. Ainda segundo o presidente da Fiems, o governo continuará arrecadando em níveis insuportáveis para o setor produtivo. “Isso tem de cessar com a Reforma Tributária”, concluiu Longen.

A PEC
A Proposta de Emenda à Constituição nº. 233/2008, que altera o Sistema Tributário Nacional, foi encaminhada pelo presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva, ao Congresso Nacional, no último dia 28 de fevereiro. Por se tratar de uma PEC, a Reforma Tributária obedece à seguinte tramitação no Congresso Nacional: ao chegar à Câmara dos Deputados, ela é encaminhada à Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJ), que procede à análise dos aspectos constitucionais e jurídicos. É então formada uma Comissão Especial que terá um prazo máximo de 40 sessões para examinar o mérito da PEC.

Em uma terceira etapa, o texto aprovado pela comissão será enviado ao Plenário da Câmara e submetido a duas votações – ambas pelo chamado “quórum qualificado”, que exige um mínimo de 308 votos favoráveis. Só então poderá seguir para o Senado Federal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROJETO
Pecuaristas conhecem programa de carne sustentável e orgânica do Pantanal
As 6 piores coisas que você pode fazer com seu sofá
ARQUITETURA E DESIGN
As 6 piores coisas que você pode fazer com seu sofá
VICENTINA
Após denúncias, dois são presos por perturbação do sossego
Viatura atinge motociclista e homem vai parar no hospital
DOURADOS
Viatura atinge motociclista e homem vai parar no hospital
Veículo danificado em rodovia é apreendido com mais de meia tonelada de drogas
MARACAJU
Veículo danificado em rodovia é apreendido com mais de meia tonelada de drogas
VEÍCULOS MS
"Veículos MS" é caderno exclusivo do Dourados News para empresários conquistarem o público
ECONOMIA
Falta de material e custos impactam a indústria da construção
PANDEMIA
Média móvel de casos Covid apresenta nova queda em Dourados
COMER BEM
Aprenda esse delicioso bolo de chocolate sem farinha
BONITO
Pescador é preso e autuado em R$ 2,3 mil por pesca predatória

Mais Lidas

CÁRCERE PRIVADO
Tentativa de sequestro a criança termina com jovem preso em Dourados
CLIMA
Vendaval atinge Dourados e deixa rastro de destruição
ACIDENTE
Morto em acidente na BR-163 voltava de festa em Caarapó
DOURADOS
Vento supera 40 quilômetros por hora e grande perigo de tempestade inicia de tarde