Menu
Busca terça, 02 de junho de 2020
(67) 99659-5905

Promotora é acusada de roubar para colocar silicone

17 dezembro 2009 - 14h08

Mirtha Ortiz, promotora do Ministério Público do Paraguai, está no olho do furacão em virtude de uma denúncia, no mínimo, estranha. De acordo com o Diário Última Hora (11/12), Ortiz teria apropriado-se de G$ 9 milhões (cerca de R$ 3,5 mil), apreendidos como prova judicial, para colocar próteses de silicone nos seios. Ortiz é acusada, ainda, de apropriar-se de joias, de um notebook e, até mesmo, de uma caminhonete.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL
Flamengo e Jesus aparam arestas e acertam renovação até junho de 2021
COSTA RICA
Em reconstituição, ex assume morte de casal, mas alega legítima defesa
QUARENTENA
Moro não poderá advogar por 6 meses e receberá salário de ministro
ECONOMIA
Prazo de pagamento da inscrição no Enem é prorrogado para o dia 10
RIO PIQUIRI
Corpo de adolescente que saiu para pescar sozinho é encontrado em rio
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra 1.262 mortes por Covid-19 em 24 horas e chega a 31.199
IVINHEMA
Mulher é suspeita de forçar filha de 6 anos a participar de sessões de estupro
JUSTIÇA
Empresa de telefonia é condenada em R$ 10 mil por cancelamento de linha
DOURADOS
Na cidade com mais casos de Covid-19, quatro pessoas estão internadas em leitos públicos
CORONAVIDAS HUB/DOURADOS
Grupo entrega protetores faciais para atender profissionais da saúde e de áreas de risco

Mais Lidas

DOURADOS
HU emite nota de esclarecimento sobre atendimento de mulher que morreu com Covid-19
PANDEMIA
Com mais 27 casos, Dourados ultrapassa 300 confirmações de coronavírus
PANDEMIA
Dourados registra mais 19 casos de coronavírus em 24 horas
6ª VARA CÍVEL
Empresário vai à Justiça contra toque de recolher em Dourados