Menu
Busca sexta, 23 de outubro de 2020
(67) 99659-5905

Promotor pede embargo de 19 passeios turisticos em Bonito

16 agosto 2006 - 12h20

O promotor de justiça de Bonito, Luciano Loubet, entrou hoje com ações civis públicas com pedido de liminar para o embargo judicial de 19 atrativos turísticos do município que não possuem licença para funcionamento da Secretaria de Meio Ambiente (Sema) ou do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Ibama). Entre as atrações está a Gruta do Lago Azul, administrada pela prefeitura local e considerada unidade de conservação estadual pelo Instituto de Meio Ambiente Pantanal (Imap), ligado à própria Sema.A ação na Justiça também coloca na mira do embargo os passeios de bote nos rios de Bonito, fazendas de ecoturismo, campings, o Balneário do Sol e até a Ilha do Padre.Segundo o promotor, os proprietários e administradores dos passeios desconsideraram a necessidade da licença mesmo com a tramitação há 4 anos de inquérito civil sobre o assunto. Além de ingressar com a ação, Loubet pediu o embargo administrativo dos passeios à Polícia Militar Ambiental e Ibama. “Qualquer um dos dois (Justiça ou órgãos) impede de funcionar”, disse.O ultimato aos proprietários de passeios foi dado há quatro meses, em reunião de ajuste de conduta coordenada pelo promotor. “Eles receberam este prazo para providenciar a licença, mas nenhum apresentou e culpam os órgãos ambientais pela ausência”, dispara. O processo para concessão do pedido de licença dura até 60 dias enquanto o prazo dado pela Promotoria correspondeu ao dobro. “Esta reunião não contou com a presença do Imap, que foi notificado posteriormente por ofício sobre o resultado, mas não respondeu”.Loubet disse que estabeleceu quatro meses de prazo exatamente para haver tempo hábil para que todos se regularizassem. Segundo ele, somente a Ilha do Padre já teria tido licença de operação.Para o promotor, a situação, além de contrariar a legislação, penaliza os demais administradores de atrativos turísticos que têm licença e, por conta dessa situação, precisam atender a uma série de regras. Hoje, Bonito conta com 19 passeios licenciados e mais três cuja licença é dispensada.Sem o licenciamento, explica o promotor, os atrativos não têm um estudo sobre limitação de público, monitoramento ambiental. “Não há parâmetros”. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Restando apenas três lombadas, retirada dos equipamentos deve acabar nos próximos dias
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto prevê regras para divisão do Fundo Nacional da Cultura entre estados e municípios
BRASIL
No STF, Ricardo Salles defende reformulação do Fundo Amazônia
MATO GROSSO DO SUL
Trabalhos enviados para Revista da PGE começam a ser distribuídos para avaliação
COTAÇÃO
Dólar fecha em alta nesta sexta, mas recua no acumulado da semana
ECONOMIA
Unidade industrial de Dourados vai retomar exportação de frango para China após três meses
HOMENAGEM
Pelé, por João Linhares
UFGD
Federal prorroga prazo de pedido de isenção da taxa dos vestibulares
COSTA RICA
Após investigações, Civil fecha 'boca de fumo' e apreende maconha
DOURADOS
Adolescente acusada de furto em loja de calçados será indenizada

Mais Lidas

DOURADOS
Carona de motociclista que morreu em acidente com carreta corre risco de ter perna amputada
DOURADOS
Vítima de acidente na Marcelino Pires morre na mesa de cirurgia
FEMINICÍDIO
Agredida a tijoladas, mulher morre em Dourados após nove dias de internação
POLÍCIA
Carona de motociclista que morreu em acidente é transferida para o Hospital Universitário