Menu
Busca domingo, 13 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Projeto oferece atendimento a alunos índios surdos

19 abril 2006 - 11h16

O Projeto de Atendimento ao Índio Surdo, que a Secretaria de Estado de Educação (SED) desenvolve através do Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e de Atendimento às Pessoas com Surdez (CAS), está dando os primeiros resultados, com o apoio oferecido a um aluno índio surdo da aldeia Jaguapiru, em Dourados. De acordo com a técnica pedagógica da SED e idealizadora do projeto, Shirley Vilhalva, o trabalho, que será desenvolvido dentro da própria aldeia, visa à capacitação de professores, produção de material didático específico e capacitação de alunos índios surdos. O projeto, segundo Shirley, é pioneiro no Brasil, sobretudo por estar regulamentado através da política de educação inclusiva da SED.“A educação de índio surdo já começou com conquistas este ano, porque podemos contar com a presença de uma intérprete na aldeia Jaguapiru, em Dourados”, relata a técnica. “O estudante recebe o apoio diário de uma professora intérprete da Libras [Língua de Sinais Brasileira] em sala de aula”. O projeto tem o apoio do Ministério da Educação (MEC), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis).Para Oldir Moreira Gonçalves, 52 anos, indígena terena da aldeia Alagoinha, localizada entre Aquidauana e Miranda, e, atualmente, morador da aldeia urbana Marçal de Souza, em Campo Grande, o projeto é de grande importância para o ensino nas aldeias indígenas. “Nós precisamos de um professor surdo na aldeia. Um professor que não sabe a língua de sinais não poderá ensinar aos índios surdos”, destaca.Oldir, que tem um filho deficiente auditivo de 11 anos, reconhece também a importância da disseminação da Libras, para se estabelecer uma comunicação. Ele conta que líderes da Alagoinha estiveram reunidos em Campo Grande, este ano, e tiveram a oportunidade de, pela primeira vez, ver alguém conversando em Libras. “Era o aniversário de 15 anos de minha sobrinha, que também é surda. Na festa, estava presente uma professora que sabia a língua de sinais, e foi aí que eles tomaram conhecimento. Eles ficaram muito interessados”, relata.Tanto na comunidade da Alagoinha, como em tantas outras existentes no País, um educador com conhecimento em Libras é essencial para promover a inclusão dos indígenas surdos. Conforme a coordenadora do CAS/MS, Olga Tobias Mariano, que vem mantendo contato com municípios onde há escolas indígenas, a luta pelo atendimento ao aluno índio surdo está apenas começando. De acordo com ela, durante este ano o Centro deve oferecer apoio, orientação direta e capacitações a professores índios e não-índios para atuar na educação do índio surdo.Este ano, também estão previstas várias viagens pelo interior do Estado para verificação dos casos e registro do quantitativo de indígenas surdos existentes. De acordo com Shirley, até setembro deste ano, serão feitas visitas a 22 aldeias. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Historiadora traça paralelo entre a gripe espanhola e a pandemia de Covid-19 em evento do STF
BRASIL
Historiadora traça paralelo entre a gripe espanhola e a pandemia de Covid-19 em evento do STF
Covid-19: projeto oferece apoio psicológico online para superar o luto
BRASIL
Covid-19: projeto oferece apoio psicológico online para superar o luto
Olimpíada: Fernando Reis e Jaqueline Ferreira se classificam
ESPORTE
Olimpíada: Fernando Reis e Jaqueline Ferreira se classificam
Prova de vida pode ser feita sem sair de casa
BRASIL
Prova de vida pode ser feita sem sair de casa
Defron desarticula entreposto de cocaína no Campo Dourado
DOURADOS
Defron desarticula entreposto de cocaína no Campo Dourado
MS
Cargas de 164 m³ de carvão ilegal motivam multa de R$ 49,2 mil em empresa carvoeira
CONSCIENTIZAÇÃO
Cardiopatia congênita: diagnóstico precoce é essencial para tratamento
CAPITAL
Condutor de BMW que causou acidente vai a júri por vitimar motociclista
BRASIL
STF julga inconstitucional regra que veda créditos de PIS/Cofins na aquisição de recicláveis
MS
TRT define regime de teletrabalho a partir de segunda-feira

Mais Lidas

FLEXIBILIZAÇÃO
Decreto que libera atividades comerciais a partir de domingo é publicado
EMOCIONATE
VIDEO: Recuperada da Covid-19, douradense é recebida pela mãe em Rondônia
LOCKDOWN
Decreto flexibiliza atendimento via delivery no Dia dos Namorados em Dourados
LOCKDOWN
Fiscalização encontra funcionários dentro de filial das Casas Bahia em Dourados