Menu
Busca segunda, 19 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Projeto de lei que visa proteger animais em MS é aprovado

16 dezembro 2003 - 12h36

Entre os 20 projetos de lei aprovados em sessão extraordinária realizada no último dia 10 de dezembro, foi aprovada a lei que institui um Código de Proteção aos Animais distribuídos por todo Mato Grosso do Sul, de autoria do deputado estadual Maurício Picarelli (PTB). O projeto que estava em trâmite desde o dia 16 de setembro deste ano tem por objetivo estabelecer normas que busquem proteger os animais do Estado, visando compatibilizar o desenvolvimento sócio-econômico com a preservação do meio-ambiente, na busca por um equilíbrio ecológico. No Código fica proibido, por exemplo, maltratar ou agredir fisicamente os animais, mantê-los em lugares desprovidos de higiene ou em locais que lhes impeçam de respirar, utilizar animais vivos em quaisquer outras atividades que impliquem na agressão física e psicológica do animal, além de também ser proibido o sacrifício de animais mediante a utilização de venenos e outros métodos não preconizados pela OMS (Organização Mundial de Saúde) nos programas de profilaxia da raiva.No caso dos animais silvestres, o Código abomina a caça profissional ou amadora, contudo, permite a captura das espécies com o objetivo de perpetuar a procriação, em se tratando de animal em vias de extinção. Para proibir o tráfico de animais exóticos que vivem em estado selvagem, o Código é claro em repreender a introdução deles em Mato Grosso do Sul, assim como exigir certificado de origem e licença de importação emitida pelo órgão competente à todas as pessoas que forem flagradas vendendo animais.Pesquisa divulgada recentemente pelo Ibama/DF (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis do Distrito Federal) aponta que Mato Grosso do Sul é um dos Estados brasileiros que oferecem maior risco aos animais silvestres. Segundo Picarelli, a pesquisa realizada só demonstra caráter de urgência para que a lei entre em vigor o mais rápido possível. "Estou satisfeito com a aprovação do projeto de lei. Minha intenção é que este quadro mude de figura e que o tráfico de animais diminua consideravelmente, visto que vigora atrás somente do tráfico de drogas", avalia o parlamentar.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
TCE-MS pede explicações sobre irregularidades de R$ 2,2 milhões em licitação de prefeitura
INTERNACIONAL
Ataques a tiros em dois estados deixam 6 mortos nos EUA
PRF prende dois e apreende cocaína avaliada em R$ 8 milhões na BR-163
POLÍCIA
PRF prende dois e apreende cocaína avaliada em R$ 8 milhões na BR-163
POLÍCIA
Adolescentes estouram janela de alojamento e fogem de Unei
PMA resgata macaca domesticada que foi abandonada por tutores
POLÍCIA
PMA resgata macaca domesticada que foi abandonada por tutores
POLÍCIA
MPE-MS alerta gestores sobre prática de novo golpe no WhatsApp
REGIÃO
Após comprometimento de 98% do pulmão, prefeito se recupera da Covid-19
POLÍCIA
Após desentendimento, menina de 10 anos sai de casa e fica sete horas desaparecida
POLÍCIA
Homem é morto com vários golpes de faca e assassino é preso horas depois
PANDEMIA
Dourados segue com 100% das UTIs Covid ocupadas e com fila de espera por leitos

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto