Menu
Busca terça, 02 de março de 2021
(67) 99257-3397

Programa Sentinela atendeu 126 casos em 2003

02 outubro 2003 - 14h45

Entre os 300 casos atendidos pelo Programa Sentinela, desenvolvido pela Prefeitura de Dourados em parceria com o Governo Federal, que atende crianças e adolescentes vítimas de violência e abuso sexual, 126 foram registrados este ano, uma demonstração que, em dois anos e três meses de existência, aumentaram as denúncias desse tipo de crime. A informação foi prestada pela assistente social Amarilda Jesus Alves, que trabalha no programa e explicou a necessidade de manter o local e a identidade das vítimas em sigilo. Segundo ela, desde que começou a funcionar, o programa já atendeu cerca de 300 crianças e adolescentes, dos quais 212 continuam recebendo atendimento da instituição.Do total de casos registrados desde que o programa foi criado, segundo Amarilda, 46 vítimas são do sexo masculino e 251 do feminino. Entre o total de vítimas, o programa registrou 22 casos entre crianças e adolescentes indígenas, seis crianças e jovens portadores de necessidades especiais e seis casos que resultaram em gravidez.A assistente social explicou que, na maioria dos casos, os agressores são pessoas da família ou vizinhos e atribui o aumento ao número de denúncias pela conscientização das vítimas e suas famílias, bem como pelos programas assistenciais desenvolvido tanto pelo Sentinela quanto à proteção por parte da Justiça.O Programa Sentinela é um centro de referência que funciona 24 horas por dia para receber denúncias de abusos sexuais com a maioria dos casos tendo como vítimas crianças e adolescentes entre os sete e os 14 anos de idade. A partir dos 14 anos, a maioria dos casos é de exploração sexual por terceiros. A entidade também já registrou abusos em crianças a partir dos dois anos de idade. Amarilda explicou que o programa também serve de casa abrigo, em que as vítimas, quando o agressor é pessoa da família ou próximo, permanece no local durante até uma semana. Geralmente as denúncias que chegam ao programa são encaminhadas ao Conselho Tutelar e em seguida, os familiares das vítimas são orientados a registrarem a ocorrência na Polícia Civil, para a instauração de inquérito e andamento de processo com a finalidade de apurar o crime e punir os responsáveis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Brasil registra 1.726 mortes nas últimas 24 horas e bate novo recorde
CAPITAL
Homem pega Uno emprestado e veículo acaba sendo furtado
COVID-19
Senado aprova MP que prevê 7 dias para Anvisa autorizar vacina
História "mal contada" de casal leva à prisão e apreensão de Jeep furtado
CORUMBÁ
História "mal contada" de casal leva à prisão e apreensão de Jeep furtado
Ladrão furta oficina e vai preso vendendo peças em ferro-velho
Ladrão furta oficina e vai preso vendendo peças em ferro-velho
JUSTIÇA
Decisão de desembargadores livra deputado do uso de tornozeleira eletrônica
MEDIDA
Nova Andradina poderá ter estado de calamidade prorrogado até 30 de junho
MS
Termos de adesão e cooperação para seletiva estadual dos Jogos Escolares são assinados
DOURADOS 
Homem é preso em flagrante por furto no Jardim Rasslem
REGIÃO
Ação conjunta combate exploração de madeira de área protegida em MS

Mais Lidas

ACIDENTE
Veículo pega fogo ao colidir em coqueiro entre Dourados e Itaporã
PRÓXIMO AO TRANSBORDO
Nova 'cracolândia': comerciantes relatam medo e ameaças no centro de Dourados
DOURADOS
Jovem colide moto e embriagado tenta fugir do hospital, mas é detido
DOURADOS 
Preso após agredir esposa, homem é investigado por engravidar a própria filha adolescente