Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Professor é condenado por racismo em Ivinhema

31 maio 2005 - 17h14

O professor de Física da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), em Ivinhema, Adriano Manoel dos Santos, foi advertido pela Justiça num processo sobre racismo movido pelo aluno do curso de Biologia, Carlos Lopes dos Santos, que ingressou no curso através do sistema de cotas para negros, no ano passado. Adriano foi acusado de agredir o aluno com piadas envolvendo negros e gays, o gerou à época um inquérito policial e abertura de sindicância por parte da UEMS. O Conselho Estadual dos Direitos do Negro também encampou essa questão.De acordo com a decisão da Justiça, o professor Adriano dos Santos não poderá freqüentar casas de jogos e de prostituição por dois anos; se ausentar da Comarca por mais de trinta dias, sem autorização Judicial; além de ter que comparecer mensalmente em Juízo para informar sua residência e justificar atividades, segundo publica o Campo Grande News. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia encontra cocaína em chaleiras que iriam para a Espanha
PARAGUAI
Polícia encontra cocaína em chaleiras que iriam para a Espanha
ESTADOS UNIDOS
Júri declara ex-policial Derek Chauvin culpado pela morte de George Floyd
Casal é preso enquanto aplicava golpe em seguradora da fronteira
Nelsinho Trad fará requerimento para profissionais de transporte de pessoas
POLÍTICA
Nelsinho Trad fará requerimento para profissionais de transporte de pessoas
DOURADOS
Motociclista morre no HV 18 dias após sofrer acidente no centro
UFGD
Prazo para inscrever projetos de Iniciação Científica termina na próxima semana
MEIO AMBIENTE
PMA de Dourados captura família de gambá no Jardim Água Boa
CÂMARA
Deputados aprovam urgência de projeto para privatizar os Correios
Transportando 26 cavalos ilegalmente, idoso é preso com dólares e reais
REGIÃO
Presidente da Assomasul destaca emenda que cria o ICMS Educacional 

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados