Menu
Busca quarta, 14 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Produtores rurais promovem manifesto em Amambai

31 maio 2005 - 16h21

Centenas de produtores rurais entre pecuaristas e agricultores realizaram uma grande manifestação agora a pouco em Amambai como forma de protesto contra a falta de uma política, por parte dos governos Estadual e Federal, voltada para atender os anseios da classe produtora do Estado e do País.A manifestação, que fez parte de um movimento nacional dos produtores rurais, foi promovida pelo Sindicato Rural de Amambai em conjunto com a Prefeitura local e contou com uma carreata envolvendo animais, uma grande quantidade de máquinas agrícolas e tratores com implementos e mais de cem veículos entre carros, caminhões e ônibus. A carreta, que iniciou na Avenida Pedro Manvailler, na saída para Ponta Porã, percorreu toda a área central da cidade, onde parou o trânsito e também fez parar o movimento no comércio em solidariedade a classe produtora, a principal fonte de renda do município em Amambai e na maior parte dos municípios do Estado.Durante o trajeto percorrido, que foi de aproximadamente dez quilômetros, se encerrando no Parque de Exposições de Amambai, situado na rodovia MS 156, que liga Amambai a Caarapó, os produtores rurais, equipados com um carro de som, relataram a população em geral, as dificuldades que a classe, que é responsável por uma grande fatia do PIB (Produto Interno Bruto) do País, vem passando por falta de uma política de apoio por parte dos governos. Segundo os produtores foram duas safras com percas superiores a 60% na agricultura em toda a região, que aliado a queda no preço da soja no mercado externo, acabou dificultando ainda mais a vida do agricultor. Em relação a pecuária, o baixo preço da arroba do boi aliado a falta de pastagens, devido a estiagem do final do ano passado e o início desse ano, fez com que o produtor passasse a trabalhar no vermelho. “Queremos ação dos governos em escala estadual e federal para não afundar ainda mais a classe produtora. Nem precisávamos pedir isso em um País como o Brasil e um Estado como o Mato Grosso do Sul onde o agro-negócio é uma das principais fontes de renda, mas diante do descaso de nossos governos temos que apelar para manifestações para tentar sermos ouvidos” desabafou um agricultor ao relatar que a classe produtora está caminhando rumo a falência e alguma coisa tem que ser feita de imediato para impedir que o agro-negócio no Brasil venha e decretar total falência.Os produtores rurais aproveitaram a manifestação para também cobrar dos governos, tanto estadual como federal, ações em relação às ameaças de invasões de terras por parte de movimentos como os sem-terra e principalmente indígena. “Queremos que o Governo cumpra seu papel e tome atitudes enérgicas para impedir as invasões de terra em toda nossa região e garanta o direito à propriedade, como consta na Constituição Federal”, disse outro produtor. Durante a manifestação os produtores também expuseram faixas com palavras de ordem em defesa dos direitos do produtor rural e contra as acusações de corrupções existentes no Governo Federal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Ladrões fingem fazer revisão em cerca elétrica e assaltam casal de idosos
BRASIL
Senado aprova prorrogação da situação de emergência de saúde no país
Máquina agrícola atinge caminhonete, carro e só para após tombar
GLÓRIA DE DOURADOS
Máquina agrícola atinge caminhonete, carro e só para após tombar
TRÂNSITO
Nova Lei proíbe o transporte de menores de 10 anos em motocicletas
Celular "bombando" entrega traficante, que é preso com cocaína
VACINA
Ministério da Saúde divulga lista, por estado, de quem não tomou segunda dose
MEIO AMBIENTE
Dono de chácara é multado em R$ 5 mil por construir tanques de piscicultura
COXIM
MP denuncia ex-prefeito, ex-secretários e empresários por associação criminosa
CAPITAL
Após espancar, homem ameaça colocar fogo em casa com a ex dentro
BRASIL
Câmara aprova projeto que prorroga entrega do IR até 31 de julho

Mais Lidas

ITAPORÃ
Jovem morta com tiros de escopeta tinha passagem por tráfico de drogas
IZIDRO PEDROSO
Estado doará terrenos e busca parceria para construir casas populares em Dourados
DOURADOS
Homem foi baleado com cinco tiros no Parque do Lago II
DOURADOS
Homem sofre tentativa de homicídio na região do Parque do Lago II