Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Produtores rurais fazem tratoraço em Fátima do Sul

16 maio 2006 - 11h29

Em Fátima do Sul município da grande Dourados, os Produtores rurais promoveram na manhã desta terça-feira, um ‘tratoraço’ que teve início às 9:00 horas, no acesso à cidade pela margem esquerda do Rio Dourados, seguindo pela Av 9 de Julho por toda a extensão da cidade.Com máquinas, tratores, caminhões, utilitários e automóveis, a manifestação retornou em seguida à Praça Presidente Vargas, no centro da cidade, onde acontece neste momento uma concentração pública. No local, foi montado um palanque, onde estão previstos pronunciamento de lideranças do Sindicato rural, que farão a apresentação de uma ‘carta aberta’ denominada ‘Grito de sobrevivência’ às autoridades municipais, estaduais e federais, e ao público presente, na qual apresentam as reivindicações que julgam necessárias para sair desta que eles avaliam como “ a maior crise dos últimos 40 anos” para a classe produtora.Na carta, os produtores avaliam que “os produtos derivados do agro-negócio estão realmente baratos, é bom para as pessoas comprarem, mas, porém se os agricultores pararem de plantar, vai faltar alimentos nos supermercados”. Um comparativo entre a cotação do dólar, o valor do salário mínimo, o preço do óleo diesel e do adubo, e o preço da soja em 2003 e atualmente, é feito também pelos produtores, segundo os quais, em 2003, com 1000 sacas de soja era possível comprar 40.960 litros de diesel ou 38 toneladas de adubo, enquanto hoje, se adquire apenas 8.558 litros de óleo ou 27 toneladas de adubo com a mesma quantia do produto.Ainda segundo a carta, a manifestação tem por objetivo, a ‘paralisação pacífica do escoamento dos produtos agrícolas’, em busca da ‘recuperação da renda e da sustentabilidade da agropecuária’.ReivindicaçõesAs reivindicações apresentadas em favor da classe, são: Reconhecimento da importância do agro-negócio para a economia brasileira; valor justo para os produtos agrícolas, e uma revisão da ‘Política de preços mínimos”, no sentido de: Viabilizar a produção ao invés da especulação; promover investimentos em infra-estrutura; seguro agrícola; redução da carga tributária; e renegociação das dívidas agrícolas de acordo com a produção de cada agricultor.ApoioO comércio e os órgãos públicos do município aderiram ao movimento do produtores, fechando suas portas e acompanhando a movimentação. Apenas as agências bancárias locais funcionam normalmente neste momento (11:00 horas), quando começam os pronunciamentos. Segundo Celso Saltarelli, presidente do Sindicato dos trabalhadores rurais, o ato público na Praça segue até as 14 horas, com panfletagem, e em seguida o ‘tratoraço’ será retomado, se dirigindo até a ponte sobre o Rio Dourados, onde o trânsito será bloqueado para veículos que transportem produtos derivados do agro-negócio. O manifesto tem seu encerramento previsto para o início da noite desta terça-feira, quando os produtores retornam com suas máquinas agrícolas e outros veículos par o Jardim Brasilândia, onde estão sediados a cerca de 20 dias.Celso agradeceu “às autoridades do município, ao comércio local, e à imprensa local e regional”, pela adesão e presença, junto ao movimento dos produtores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UFGD promove show com a banda Vokalika, nesta sexta
MÚSICA
UFGD promove show com a banda Vokalika, nesta sexta
PMA sobrevoa rio para planejamento de proteção de cardumes devido ao baixo nível de água
POLÍCIA
PMA sobrevoa rio para planejamento de proteção de cardumes devido ao baixo nível de água
Dourados diminui toque de recolher e libera música e sinuca, mas parques continuam fechados
NOVO DECRETO
Dourados diminui toque de recolher e libera música e sinuca, mas parques continuam fechados
ECONOMIA
Dólar tem nova queda e fecha a R$ 4,90
Detetive que comandou execução de esposa e comparsa são transferidos para PED
DOURADOS
Detetive que comandou execução de esposa e comparsa são transferidos para PED
POLÍCIA
Em ação conjunta polícia prende jovem suspeito de furtar três residências
BRASIL
Ministro do STF determina novamente prisão de Daniel Silveira
INFRAESTRUTURA
Governo e BB assinam contrato para investimentos em rodovias de MS
LOTERIA
Quina de São João paga R$ 190 milhões no próximo sábado
POLÍCIA
Jovem é detido enquanto furtava betoneira

Mais Lidas

DOURADOS
Marido de mulher executada em emboscada é encaminhado para prestar depoimento
EXECUÇÃO
Bilhete ajuda SIG a prender suspeita de atrair detetive e atirador é localizado no MT
CAMPO GRANDE
Homem é espancado e confundido com serial killer depois de ser abandonado em rodovia
DOURADOS
Relacionamento conturbado e bens patrimoniais teriam motivado execução de Zuleide