Menu
Busca quarta, 14 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Produtividade da mandioca foi discutida em Itaquiraí

17 junho 2005 - 17h52

O município de Itaquiraí, foi sede na última semana do Seminário “Aumento da Produtividade da Mandioca” realizado devido uma parceira entre a Prefeitura e a SEPTROTUR através da  Câmara Setorial da Mandioca do Estado. O evento teve como objetivo difundir o aumento da produtividade e rentabilidade da cultura da mandioca em Mato Grosso do Sul. A ação é  uma oportunidade para os produtores esclarecerem suas dúvidas, discutirem seus problemas, buscarem soluções e orientações tais como produzir e escolher ramas de qualidade, armazenamento, espaçamento, época de plantio, viabilidade da rama, preparo das manivas para o plantio e, até mesmo, degustar algumas delícias feitas com a fécula da mandioca. Durante o Seminário, Carlos Roberto Gonçalves, coordenador da Câmara Setorial da Mandioca, disse aos produtores que este ano os preços deverão subir. Segundo ele, na busca de maior equilíbrio entre oferta e procura evitando as oscilações de preços a Câmara deliberou por realizar no Estado a campanha para o aumento de produtividade divulgando a rentabilidade da cultura da mandioca. Estão sendo parceiros na campanha, além da Seprotur a SDA, Idaterra e órgãos ligados ao setor produtivo e em Itaquirai contou com o apoio da  NKR CMDR, Iagro e Banco do Brasil. Segundo o Gerente de Agricultura de Itaquiraí Marcio Adriano esses seminários são de suma importância para a agricultura familiar por que capacita e estimula o produtor. Para a  prefeita Sandra Cassone (PT) e o vice Waldir Sell (PP) que estiveram presentes na abertura do seminário o evento vem contribuir de forma significativa no processo de desenvolvimento da agricultura familiar.Hoje, Mato Grosso do Sul é o segundo colocado no ranking nacional de produção de fécula de mandioca. A estimativa, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é que a área plantada na próxima safra chegue a 40 mil com uma produção de aproximadamente 720 mil toneladas. “Com esses seminários, pretende-se que a produtividade média da cultura no Estado alcance 24 toneladas por hectare nos próximos anos”, comentou o coordenador da Câmara Setorial da Mandioca, Carlos Gonçalves.   

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Ladrões fingem fazer revisão em cerca elétrica e assaltam casal de idosos
BRASIL
Senado aprova prorrogação da situação de emergência de saúde no país
Máquina agrícola atinge caminhonete, carro e só para após tombar
GLÓRIA DE DOURADOS
Máquina agrícola atinge caminhonete, carro e só para após tombar
TRÂNSITO
Nova Lei proíbe o transporte de menores de 10 anos em motocicletas
Celular "bombando" entrega traficante, que é preso com cocaína
VACINA
Ministério da Saúde divulga lista, por estado, de quem não tomou segunda dose
MEIO AMBIENTE
Dono de chácara é multado em R$ 5 mil por construir tanques de piscicultura
COXIM
MP denuncia ex-prefeito, ex-secretários e empresários por associação criminosa
CAPITAL
Após espancar, homem ameaça colocar fogo em casa com a ex dentro
BRASIL
Câmara aprova projeto que prorroga entrega do IR até 31 de julho

Mais Lidas

RIO BRILHANTE
Soldado da Polícia Militar é encontrado morto no interior de residência
IZIDRO PEDROSO
Estado doará terrenos e busca parceria para construir casas populares em Dourados
DOURADOS
Homem encontrado morto pode ter envolvimento em esquema de agiotagem internacional
CASA PRÓPRIA
Prefeitura abre recadastramento habitacional em Dourados