Menu
Busca terça, 26 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Produção de veículos cai 1% em 2009 afetada por exportações

07 janeiro 2010 - 13h16

A produção da indústria automobilística registrou queda de 1% em 2009, no comparativo com o ano anterior. O número representa ficou abaixo da expectativa do setor, que previa ligeira alta no período após o aquecimento da indústria nos últimos meses do ano. Em dezembro, a produção teve elevação de 14,7% ante novembro, e alta de 163% em relação ao mesmo período de 2008.
De acordo com os dados divulgado nesta quinta-feira pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), foram produzidos no ano passado 3,18 milhões de veículos no país, número que engloba automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões --em 2008, foram 3,22 milhões. Apenas em dezembro, a produção ficou em 240.523 unidades.
Mesmo com os dados positivos nos últimos meses, puxada pela demanda interna, a produção no ano foi afetada pelas exportações, que registraram queda no ano. As vendas externas do setor tiveram redução de 35,3% no comparativo com 2008, mas apresentaram aumento em dezembro ante o mesmo mês do ano anterior (10,8%) e contra novembro (2,5%).
O número de empregados nas montadoras somou 124.354 trabalhadores em dezembro 2009, 425 a mais do que em novembro, mais abaixo do contabilizado em dezembro de 2008 (126.777) e pior ainda em relação a outubro de 2008 (131.717), quando houve o agravamento da crise internacional.
Vendas
As vendas de veículos novos registraram alta de 11,4% no ano passado, frente aos números de 2008, com o emplacamento de 3,14 milhões de unidades. O número representa o terceiro recorde anual consecutivo, já esperado após os benefícios concedidos pelo governo, como redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e incentivo ao crédito.
Em dezembro, no comparativo com igual intervalo no ano anterior, houve acréscimo de 44,5% nos licenciamentos. Frente ao mês de novembro, a alta foi de 14,6%.
O recorde do setor automotivo foi batido em setembro (308,7 mil unidades) devido à corrida dos consumidores às concessionárias para aproveitar o último mês antes da elevação gradual do IPI, que voltaria gradualmente ao patamar original até janeiro. No final de novembro, no entanto, o governo federal anunciou a manutenção das alíquotas mais baixas do imposto, apenas para carros flex, até março de 2010.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Um dia após toque de recolher estendido, prefeitura publica lei que define atividades religiosas como essenciais
CAMPO GRANDE
Polícia encontra depósito com mais de 3t de maconha e prende quatro pessoas
PANDEMIA
Fundesporte estuda realizar corridas de rua com distanciamento entre participantes
IPEA
Setor agropecuário pode crescer até 2,5% apesar da Covid-19
MEDICAMENTOS
Mato Grosso do Sul é destaque no Senado por ação humanitária no Amapá
ECONOMIA
Brasil vai exportar carne bovina para a Tailândia
ORDEM DO DIA
Atendimento educacional a aluno internado segue para sanção
FLAGRANTE
Quase meio milhão de maços de cigarros contrabandeados são apreendidos em MS
COVID-19
Dourados tem 36 pacientes recuperados e 136 em isolamento domiciliar
RIO DE JANEIRO
Operação Placebo aprofunda investigações sobre corrupção na saúde

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dois meses após decreto de emergência, Dourados confirmou 127 casos de Covid-19
PANDEMIA
Número de pacientes internados por coronavírus em Dourados sobe 50% em 24h