Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
ECONOMIA

Produção agrícola de MS atingiu recorde de R$ 19,2 bi em 2019

01 outubro 2020 - 14h53Por Gizele Almeida com IBGE

O Estado de Mato Grosso do Sul obteve mais uma vez recorde de produção agrícola e o valor total das principais culturas alcançou R$ 19,2 bi, em 2019. Os dados são da PAM (Produção Agrícola Municipal) divulgada nesta quinta-feira (01), pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Dourados figura como uma das principais cidades no cultivo da soja.
O IBGE aponta que no comparativo com o montante levantado no segmento pelo Estado, no ano de 2018, o aumento foi de 0,79%.

Entre as culturas que mais contribuíram para esse crescimento, está o milho, com novo recorde na série histórica, totalizando uma produção de 9,9 milhões de toneladas e crescimento de 34% frente à safra anterior.

Com expansão de 6,2% na área colhida, a soja principal commodity agrícola do Estado, apresentou retração de 11,8% no volume gerado em 2019. O levantamento aponta que essa retração ocorreu em virtude de fatores climáticos adversos na fase final do ciclo produtivo da cultura, o que afetou o  rendimento médio do cultivo.

Na sequência, o milho é o segundo produto de maior destaque de produção em MS, com 9.963.206 toneladas produzidas. Posteriormente, o destaque é para a cana-de-açúcar, com 52.245.291 toneladas. O Estado é rico ainda na produção de mandioca, aveia, sorgo, trigo, feijão e arroz.

Veja os valores totais da produção das culturas na tabela abaixo:

A cidade de Maracaju permanece com o maior valor da produção agrícola no estado, com R$1,66 milhão, seguido por Sidrolândia (R$ 1,39 milhão), Ponta Porã (R$ 1,38 milhão), Rio Brilhante (R$ 1,14 milhão) e na sequência Dourados (R$ 1,11 milhão).

A área plantada ou destinada à colheita no estado foi de 5.784.337 de hectares, um aumento de 5,7% em relação ao ano anterior. Entre os principais produtos, obtiveram aumento de área plantada as culturas de soja (6,23%), de milho (4,00%), de cana-de-açúcar (6,92%), de aveia (3,21%), de mandioca (12,20%), de trigo (29,11%), de sorgo (74,31%) e de algodão herbáceo (24,45%). Por outro lado, apresentaram redução na área plantada o arroz (-25,41%) e o tomate (-33,8%).

A produção nacional também atingiu novos recordes em 2019. O valor da produção das principais culturas do País registrou R$ 361,0 bilhões, com um crescimento de 5,1% em relação ao ano anterior. Entre os maiores crescimentos, destaque para o milho, que ultrapassou, pela primeira vez, a marca de 100 milhões de toneladas, com crescimento de 22,8% frente à safra anterior, e o algodão herbáceo, com crescimento de 39,1% no ano, atingindo o recorde de 6,9 milhões de toneladas.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Mulheres são condenadas a 20 anos por execução em "tribunal do crime"
POLÍTICA
Presidente anuncia apoio para 750 mil caminhoneiros comprarem diesel
CAPITAL
Foragido da Justiça por homicídio é preso com pistola semi-automática
SELEÇÃO
UEMS e IMASUL publicam Edital para processo seletivo de bolsistas
TRÁFICO
Boliviana presa em MS despachando cocaína é expulsa do Brasil
GERAL
Fazenda informa instabilidade no pagamento do IPVA em outubro
Família Mazzaropi vendeu há 86 dias, helicóptero que caiu na fronteira
BLOGUEIRO
Moraes ordena prisão e extradição de Allan dos Santos, que está nos EUA
CAPITAL
Guarda prende "Homem-Aranha" por furto de fios em frente a shopping
DEBANDADA
Secretários de Guedes pedem demissão após tentativa de driblar teto

Mais Lidas

TRÁFICO
Mortos em queda de helicóptero com cocaína na fronteira são identificados
REGIÃO
Duas pessoas morrem carbonizadas após queda de helicóptero carregado com cocaína
JARDIM MÁRCIA
Bandidos fazem "limpa" em motel de Dourados e levam até carro
JARDIM MÁRCIA
Bêbado colide carro contra muro e acidente deixa três feridos em Dourados