Menu
Busca terça, 09 de março de 2021
(67) 99257-3397

Procurador quer identificar apostadores de loterias

26 março 2004 - 15h05

O procurador da República de Sorocaba, Vinícius Marajó Dal Sechi, quer obrigar a Caixa Econômica Federal a identificar todos os apostadores dos jogos lotéricos administrados pela instituição.A medida atingiria todos os jogos em que o apostador precisa preencher um volante que é lido por uma máquina, que imprime a aposta. Dessa forma, os apostadores da Mega Sena, Quina, Lotofácil, Lotomania, entre outros, precisariam preencher o número do CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou do RG na hora de jogar.Ficaria de fora desta obrigatoriedade apenas a loteria federal, que é vendida em pedaços e os números já estão preenchidos."O objetivo desta identificação é coibir a lavagem de dinheiro. Já que o governo está tentando coibir este crime, cometido em bingos e cassinos, também poderia aprimorar e criar mecanismos de controle em cima dos ganhadores destas loterias", disse Dal Sechi.O procurador enviou em janeiro para a Caixa um ofício questionando os motivos da não-identificação dos jogadores. Como a Caixa informou que essa medida causaria transtornos, o procurador enviou nessa semana uma recomendação de procedimento para o presidente do banco, Jorge Mattoso.Se a recomendação não for acatada, o procurador pode abrir uma ação civil pública pedindo a identificação dos apostadores. "Existem indícios de que pessoas que recebem dinheiro ilícito compram bilhetes premiados para legalizar esse dinheiro. Seria uma forma de lavar dinheiro sujo no país", afirmou o procurador.O procurador enviou uma cópia da recomendação da Caixa para o ministro da Fazenda, Antonio Palocci. É que Dal Sechi foi informado pela Caixa sobre a existência de uma portaria da Fazenda desobrigando a instituição de identificar os apostadores.Na recomendação enviada à Caixa e para Palocci, o procurador diz que é dever do Estado criar e implementar medidas para combater a criminalidade. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Cabo é condenado após exigir R$ 10 mil a soldado por fotos íntimas
JUDICIÁRIO
Entenda por que Fachin anulou todas as condenações de Lula na Lava Jato
Dono de borracharia é autuado por comercialização ilegal de combustível
NOVA ANDRADINA
Dono de borracharia é autuado por comercialização ilegal de combustível
BRASIL
Receita esclarece como declarar redução de jornada no Imposto de Renda
SIDROLÂNDIA
Homem invade casa, agride a ex-mulher grávida e se esconde em matagal
VACINA
Pazuello muda de novo previsão de doses que Brasil terá em março
ANACHE
Escondido entre plantas, três são presos com 42 porções cocaína e maconha
REGIÃO
Governo e bancada federal entregam ônibus escolar aos 79 municípios de MS
BATAGUASSU
Condenado por estupro de vulnerável é preso pela Polícia Civil
OPORTUNIDADE
Pátio Zero: Detran abre novo leilão e 75 veículos poderão voltar a circular

Mais Lidas

CENTRO
Douradense é assaltado ao sair de casa para pedalar na madrugada
BR-163
Carreta pega fogo após colisão, interdita pistas e deixa rodovia congestionada
POLÍCIA
Homem tem residência alvejada por disparos de arma de fogo em Dourados
DOURADOS
Secretário descarta lockdown, mas alerta para possíveis restrições após lotação de UTI's/SUS