Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Procurador-Geral do MP é acusado de improbidade

18 fevereiro 2010 - 09h46

Está no Conselho Nacional do Ministério Público um pedido de intervenção e afastamento do procurador-geral Miguel Vieira (que está em licença-médica) por suposta improbidade administrativa e prática criminosa do MP em Mato Grosso do Sul.

Segundo informa a coluna do jornalista Cláudio Humberto, a denúncia envolve também policiais, peritos e o Detran local, que há onze anos estariam obrigando a troca de motores “condenados”, sumindo com eles, sem investigação. Haveria também furto de peças e leilões ilegais de veículos, entre outras irregularidades confirmadas pelo corregedor-geral do Detran-MS.

A denúncia acusa membros do Ministério Público de “conluio e omissão, para proteger criminosos, após mais de uma década de apuração”. Procurado pela coluna por vários dias, o Ministério Público não se manifestou. O CNMP recebeu 9,5 quilos de documentos sobre o caso. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DURANTE A PANDEMIA
Saiba quais foram as maiores lives musicais realizadas na internet
SOLIDARIEDADE
Ação de ONG leva roupas e itens de higiene para famílias de Campo Grande
BRASIL
Parques e igrejas de maior porte reabrem no DF na quarta-feira
CORRIDA ESPACIAL
SpaceX e Nasa lançam foguete com astronautas nos EUA
BRASIL
Cidade de São Paulo prorroga quarentena até 15 de junho
"RAÍZES"
Documentário sobre sacis filmado em MS tem estreia online em junho
EM MIRANDA
Mulher é estuprada após ser levada para quintal de residência
REDES SOCIAIS
Bolsonaro tira fotos sem máscara após ir a lanchonete em Goiás
NA CAPITAL
Criança fica ferida ao ser atropelada por moto em avenida de Campo Grande
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
EUA anunciam mais US$ 6 mi para ajudar Brasil no combate à pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown