Menu
Busca quinta, 28 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397

Procurador federal está indo para aldeia de Juti

01 outubro 2003 - 13h39

O Procurador Federal Charles Stevan da Mota Pessoa é aguardado na aldeia Jarará, em Juti, onde os índios estão mobilizados para pressionar as autoridades em torno da construção de uma escola, entre outras reivindicações. O chefe do Núcleo da Funai de Dourados e Amambai, Jonas Rosa, continua sendo mantido como refém dos índios guarani-caiuá. Os índios também estão bloqueando a rodovia estadual que liga Juti a Amambai. Segundo moradores da região, na segunda-feira eles chegaram a agredir algumas pessoas que tentaram passar pelo bloqueio. Ontem, Jonas Rosa foi ao local para negociar com os índios, mas acabou sendo feito refém. Uma equipe da Polícia Federal de Naviraí está na aldeia. A imprensa também não tem acesso ao interior da aldeia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIDADES
Sanesul entrega reservatório de 4 milhões de litros de água em Três Lagoas
MERCADO DA BOLA
Flamengo exige acordo de até R$ 65 mi por venda de Everton Ribeiro
PANDEMIA
Uso de transporte público cai em cidades brasileiras, aponta relatório
BRASIL
Secretários de saúde defendem que vacina vá para grupos vulneráveis
CULTURA E ESPORTE
Projeto reforça garantia de pessoa com deficiência participar de eventos
TECNOLOGIA
Nova meta do governo prevê fibra ótica em 99% das cidades brasileiras
ECONOMIA
Comunicações e BB fazem parceria para expansão de sinal de internet
OPINIÃO
Os prefeitos e o combate à Covid-19
PANDEMIA
MS recebe 269 mil seringas e agulhas para reforçar campanha de imunização
SAÚDE
Sociedades médicas se reúnem para congresso de câncer de pele em abril

Mais Lidas

DOURADOS
Escândalo na PED envolve namoro de agente com preso e 'nudes' de supostas enfermeiras
DOURADOS
Denúncia aponta presos em churrascos com luxo e participação de enfermeiras na PED
TEIXEIRA
Ex-primeira-dama morre cinco dias após o marido em Dourados
DOURADOS
Empresária leva prejuízo de R$ 7 mil ao ter loja arrombada por ladrões em bairro