quinta, 11 de agosto de 2022
Dourados
25°max
13°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Procurador federal está indo para aldeia de Juti

01 outubro 2003 - 13h39

O Procurador Federal Charles Stevan da Mota Pessoa é aguardado na aldeia Jarará, em Juti, onde os índios estão mobilizados para pressionar as autoridades em torno da construção de uma escola, entre outras reivindicações. O chefe do Núcleo da Funai de Dourados e Amambai, Jonas Rosa, continua sendo mantido como refém dos índios guarani-caiuá. Os índios também estão bloqueando a rodovia estadual que liga Juti a Amambai. Segundo moradores da região, na segunda-feira eles chegaram a agredir algumas pessoas que tentaram passar pelo bloqueio. Ontem, Jonas Rosa foi ao local para negociar com os índios, mas acabou sendo feito refém. Uma equipe da Polícia Federal de Naviraí está na aldeia. A imprensa também não tem acesso ao interior da aldeia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia resgata adolescentes que eram forçadas à prostituição
FRONTEIRA

Polícia resgata adolescentes que eram forçadas à prostituição

JUDICIÁRIO

André Mendonça leva ao plenário do STF ações contra a PEC Kamikaze

SAÚDE

MS cria grupo técnico de enfrentamento à varíola dos macacos

SISTEMA DE PAGAMENTO

Chefe do BC desmente Bolsonaro e diz que bancos não perdem com PIX

Em menos de uma semana, mais um recenseador é assaltado

ASTRONOMIA

'Superlua de esturjão' última do ano será vista nesta quinta-feira

PANTANAL

Trabalhador é resgatado por aeronave após acidente em fazenda

ELEIÇÕES 2022

Consórcio de imprensa suspende realização de debate presidencial

PONTA PORÃ

Homem é preso após receber R$ 1 mil em notas falsas

TÊNIS

Bia Haddad elimina nº 1 do mundo e vai às quartas no Canadá

Mais Lidas

TRAUMATISMO CRANIANO

Madrasta de menina de 7 anos que morreu ao dar entrada na UPA é presa em Dourados

ÁGUIA

Mega-operação mira tráfico de drogas e cumpre 10 mandados em Dourados

BR-376

Morto após capotar veículo carregado com maconha tinha 24 anos

POLÍCIA

Menor é apreendido com cigarros de maconha em escola de Dourados