Menu
Busca segunda, 08 de março de 2021
(67) 99257-3397

Procon divulga dicas de como economizar no Supermercado

23 outubro 2003 - 08h03

O primeiro passo para economizar em compras é fazer uma lista dos itens realmente necessários. Essa medida evita que o consumidor compre supérfluos e tenha gastos acima das possibilidades de seu orçamento.O consumidor não deve entrar no supermercado sem estar bem alimentado. Os especialistas afirmam que a fome induz a comprar mais.A compra de itens fora da lista predeterminada deve ser evitada. Porém, se o consumidor  cai em algumas tentações, deve programar uma verba para esses gastos para não desequilibrar o seu planejamento financeiro mensal.Para controlar melhor os gastos os consumidores  devem estar atentos às promoções diárias e semanais dos supermercados. Pode-se evitar as compras do mês  e passar a efetuar a “compra da semana”. Além de economizar aproveitando as promoções, o consumidor pode controlar melhor os seus gastos.Pesquisar os preços em diversos supermercados também é uma atitude que auxilia na economia no final do mês. A concorrência acirrada, principalmente entre os supermercados, faz com que cada fornecedor realize ofertas com produtos diferentes.Ao comprar produtos em promoções é necessário verificar os prazos de validade e as condições gerais do produto. Isso porque, na maioria das vezes, os produtos em promoção estão perto de sua data de validade, e os supermercados os colocam em oferta para desovar o estoque.O consumidor deve evitar comprar grandes estoques. Além do risco de desperdício do item comprado, o dinheiro gasto em grandes compras em mercados poderia ser poupado ou economizado para outros fins.Caso a compra seja feita para abastecer uma festa de aniversário ou uma data comemorativa da família, como Natal e Páscoa, o consumidor deve estabelecer limites de valor para a compra. Se não tiver uma lista predeterminada, deve estabelecer uma meta de gasto e evitar extrapolar seu orçamento. Esse é o primeiro  passo para contrair dívidas e cair na inadimplência.Prefira pagar as compras à vista. O parcelamento das compras no cartão pode acarretar o pagamento de altos juros.Questione a cobrança da “taxa de serviços” na fatura do Cartão de Crédito. Essa cobrança é ilegal. Quem oferece o serviço deve arcar com essas despesas.Se a fatura de compras a cartão de crédito for enviada para sua residência, verifique a data que a empresa postou a mesma no correio. Muitas empresas costumam mandar a fatura no dia do vencimento e como a entrega é efetuada pelo correio, às vezes ocorre a demora de dois ou três dias e o consumidor fica “devendo” juros, se o pagamento não for efetuado no dia do vencimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE
Inscrições para seleção de professor temporário de Medicina terminam no dia 12
Governo registra 105 mil denúncias de violência contra a mulher
BRASIL
Governo registra 105 mil denúncias de violência contra a mulher
CAMPO GRANDE
Dupla é presa após ameaçar populares e atirar contra viatura policial
Jovem tenta fugir, mas é preso com réplica de pistola
REGIÃO
Jovem tenta fugir, mas é preso com réplica de pistola
Estágio em comarca de Nova Alvorada do Sul tem inscrições abertas nesta segunda-feira
OPORTUNIDADE
Estágio em comarca de Nova Alvorada do Sul tem inscrições abertas nesta segunda-feira
SOLIDARIEDADE
Programa da ONU ajuda venezuelanas a refazer a vida no Brasil
ESPORTES
Corinthians vence Sorocaba e fica com a vaga na Libertadores de futsal
BRASIL
Câmara dos Deputados vota esta semana a PEC Emergencial
TRÁFICO
Mulher que saiu com droga de Dourados com destino a São Paulo é presa
LIMITE
UTI'S em Dourados seguem com lotação máxima

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Homem é assassinado na região de fronteira e autores deixam recado ao lado do corpo
CENTRO
Douradense é assaltado ao sair de casa para pedalar na madrugada
IMUNIZAÇÃO
Vacinação contra a Covid faz idosos 'amanhecerem' na fila em Dourados
DOURADOS 
Bebê de 9 meses espancado pela mãe é transferido para o HU