Menu
Busca domingo, 01 de agosto de 2021
(67) 99257-3397

Problemas no coração afasta volante Émerson do Grêmio

12 novembro 2004 - 13h24

No final da manhã desta sexta-feira, o coordenador do Departamento Médico do Grêmio, Fábio Krebs, convocou a Imprensa para uma entrevista coletiva na sala de conferências do Estádio Olímpico. Motivo: informar que o volante Émerson estava afastado dos trabalhos porque fora detectado um problema cardíaco que merece ser analisado de forma cautelosa e mais profunda.No momento em que o médico passava a informação aos repórteres, o jogador - que trabalhara normalmente pela manhã - já havia ido embora e não falou com ninguém."Ele ficará em repouso temporário, passará por uma investigação radiográfica, e até que os exames fiquem prontos, será preservado", explicou Krebs, que se recusou a fazer qualquer previsão sobre data de retorno do jogador aos treinamentos.Émerson, que foi reintegrado ao grupo profissional do Grêmio em meio a este Brasileirão, depois de um primeiro semestre em que defendeu o Sport Recife, estava na reserva do Tricolor, entrando com freqüência na equipe. Neste sábado, contra a Macaca, sua presença era praticamente certa, pois o titular Cocito estará cumprindo suspensão automática.Sobre a reação do jogador à informação, Fábio Krebs disse apenas que "ele ficou chateado, é claro, mas creio que ficará ausente dos trabalhos apenas momentaneamente".O jogador terá um acompanhamento de especialistas que não atuam no estádio Olímpico mas, conforme acrescentou Krebs, são cardiologistas que rotineiramente fazem trabalhos em conjunto com o departamento médico do clube.Émerson da Silva Leal, natural de Sapucaia do Sul, região metropolitana de Porto Alegre, tem 24 anos, 1,78m e 76 quilos de peso - e começou carreira no próprio Grêmio. Sempre foi considerado um jogador de grande vitalidade e muito espírito de luta, sendo considerado, muitas vezes, até violento.Seu caso se soma a outros episódios recentes relacionados a problemas cardíacos no universo do futebol. Tudo indica que após o falecimento do zagueiro Serginho, do São Caetano, os clubes brasileiros passaram a ser mais rigorosos nos exames para ver como andam os corações dos atletas. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Cursos gratuitos capacitarão mulheres em situação de vulnerabilidade
Fóssil de dinossauro é encontrado no interior de SP
GERAL
Fóssil de dinossauro é encontrado no interior de SP
Mais um é autuado em três dias por maus tratos ao deixar gado sem alimento
POLÍCIA
Mais um é autuado em três dias por maus tratos ao deixar gado sem alimento
GERAL
Manifestações pelo voto auditável reúnem pessoas e várias capitais
Em jogo frio, Caxias e Joinville não saem do zero pela Série D
ESPORTE
Em jogo frio, Caxias e Joinville não saem do zero pela Série D
INVESTIGAÇÃO
Exame de corpo de delito no marido de Joice Hasselmann não aponta lesões
POLÍCIA
Polícia Civil cumpre mandado de prisão por pensão alimentícia
OLIMPÍADAS
Com 2ª medalha garantida, boxe brasileiro vive expectativa de recorde
DOURADOS
Agosto inicia com baixas temperaturas e frio deve seguir por toda a semana
POLÍTICA
Congresso fica laranja na Semana Mundial de Amamentação

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Bilhete ao lado de corpo esquartejado indica próximos "alvos" de criminosos
PARAGUAI
Militares executados na fronteira eram sargentos da FTC
PANDEMIA
Dourados vai liberar acesso a estabelecimentos apenas para pessoas vacinadas
PANDEMIA
Homem e mulher são mais recentes vítimas da Covid-19 em Dourados