Menu
Busca sábado, 25 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
TELEVISÃO

Prestes a estrear, A Fazenda tem gritaria e demissão nos bastidores

08 setembro 2014 - 11h20

Têm sido muito tenso os bastidores do reality show A Fazenda, da Record. A uma semana da estreia, as reuniões de produção em Itu (interior de SP), onde o programa é gravado, têm sido marcadas por gritarias e cobranças. Na semana passada, um funcionário da área de cenografia, que cuidava da nova decoração da "fazenda", pediu demissão. Não aguentou a pressão.

Profissionais que trabalham nos preparativos das instalações de Itu reclamam de decisões de última hora e da demora na entrega de materiais, o que acarreta atrasos na execução dos serviços. Produtores da atração também estão sendo muito cobrados. Equipamentos que serão usados em provas têm de ser testados antes, e erros e atrasos muitas vezes resultam em berros.

Na área comercial, a pressão também é grande. Até sexta-feira, nenhuma das quatro cotas nacionais de patrocínio havia sido vendida. Na tabela, a emissora pede R$ 68 milhões por cada uma. Sem audiência relevante, terá que dar generoso desconto.

Em Itu, tudo tem que estar pronto até a próxima quarta-feira, quando acontecerá a entrevista coletiva à imprensa. Neste ano, os 16 participantes serão confinados alguns dias antes da estreia. Uma prova gravada previamente será exibida no primeiro programa, no próximo domingo (14).

A dinâmica do jogo será diferente na primeira semana. A formação da roça, que aconteceu aos sábados em 2013, mudará para as terças-feiras, e as eliminações acontecerão às quintas.

A parte "disciplinar" também terá novas regras. Cusparadas serão punidas, não com eliminação como as agressões físicas, mas com restrições para toda a equipe dos envolvidos.

O elenco já está todo fechado, com contratos assinados. Um dos que prometem "causar" no confinamento é o empresário Oscar Maroni, dono da boate Bahamas. Até o bispo Edir Macedo foi consultado para aprovar a participação de Maroni, que se autointitula "empresário do prazer". Também devem estar no programa a ex-panicat Babi Rossi e os atletas Robson Caetano e Rebeca Gusmão. Na próxima quarta, a Record irá revelar o nome de três participantes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em nove meses, multas do CCZ superam R$ 1,3 milhão
DOURADOS
Em nove meses, multas do CCZ superam R$ 1,3 milhão
União deve fornecer medicamento de alto custo à criança portadora de Amiotrofia Espinhal Progressiva
União deve fornecer medicamento de alto custo à criança portadora de Amiotrofia Espinhal Progressiva
TRT-MS
Juiz Tomás Bawden toma posse como desembargador do Trabalho na segunda-feira 
Médico denunciado por cobrar cirurgia no SUS tem HC negado no STF
FLAGRANTE
Médico denunciado por cobrar cirurgia no SUS tem HC negado no STF
Comitê de Saúde discute uso do pregão eletrônico para compra de medicamentos pelo SUS
ESTADO
Comitê de Saúde discute uso do pregão eletrônico para compra de medicamentos pelo SUS
JUSTIÇA DO TRABALHO
MS tem mais de 350 audiências em três dias de conciliação e execução trabalhista
ECONOMIA
Microempreendedores têm menos de uma semana para regularizar dívidas
DOURADOS
Projeto de esporte e lazer retorna ao Antenor Martins e quadras são revitalizadas
FRONTEIRA 
Carga de maconha escondida em postes de concreto supera 2 toneladas
MS-156
Motorista fica preso dentro de veículo após capotamento em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é encontrado morto em casa por funcionária na Vila São Brás
RACISMO
Em SP, DJ Alok recorda exclusão de integrantes do 'Brô MCs' durante show em Dourados 
TRAGÉDIA 
Motociclista morre na BR-163 em Dourados após bater em uma capivara 
DOURADOS
Júri condena jovem que matou amiga com tiro na nuca e alegou 'acidente'