Menu
Busca sexta, 10 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Preso foi morto na Máxima porque seria estuprador

02 janeiro 2004 - 18h22

O preso assassinado há pouco na Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande, foi identificado como sendo Delagambra Vieira Couto. Ele foi morto por Magno Ribeiro Gomide. O autor deixou um bilhete em cima do corpo alegando que a vítima teria sido condenada por estupro, segundo informou o diretor do presídio, Luiz Alves Pereira.
Neste momento, o corpo continua na cela aguardando a chegada da perícia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde e Bem-estar
A importância de manter seu plano de saúde neste momento
Educação
Ensinar a socializar no período de isolamento social , é possível?
NEGÓCIOS & CIA
Certificado Digital Agiliza: a abertura e gestão de empresas
COMER BEM
Cacau Show: saiba quais são os pontos de vendas e evite filas
ARQUITETURA & DESIGN
Qual o melhor tipo de piscina?
POLÍCIA
Mulher foi atacada com facão pelo filho sem motivo após ele beber
AGLOMERAÇÃO
Bolsonaro abraça pessoas e posa para fotos em padaria de Brasília
CAMPO GRANDE
Condenado a 13 anos, homem é preso sete anos depois do crime
UFGD
Inscrições para contratação de professor visitante vão até o dia 17
RIBAS DO RIO PARDO
Caseiro atira contra ‘invasores’ e descobre que eram parentes do patrão

Mais Lidas

COVID-19
Dourados confirma mais um caso de coronavírus e Estado chega a 89
COVID-19
Dos casos de coronavírus em Dourados, três estão curados e um internado
DOURADOS
Mulher morta em acidente cursava pedagogia e terá corpo levado a Naviraí
DOURADOS
Dupla é presa acusada de tentativa de homicídio e fazer criança como escudo