Menu
Busca terça, 31 de março de 2020
(67) 9860-3221

Presidente da Funai vai negociar com índios de Japorã

16 janeiro 2004 - 13h23

O presidente da Funai, Mércio Pereira Gomes, seguirá para Japorã logo depois de se reunir com o governador Zeca do PT. A reunião está marcada na Governadoria para às 13h30. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, ele vai tentar uma solução pacífica para o caso. Por determinação judicial, as 14 fazendas ocupadas por índios guarani-caiuá devem ser desocupadas até o dia 20. Já foi requisitada presença da Polícia Federal para o dia 21, caso a área não esteja liberada.Gomes vem ao Estado acompanhado pelo diretor de Assuntos Fundiários da Funai, Artur Nobre Mendes, e a antropóloga Ruth Henrique. Em Amambai, estão o antropólogo Cláudio Romero, que já desenvolveu estudos sobre os guarani-caiuá, e um assessor da presidência da Funai. Eles deveriam seguir ainda no fim da manhã para a área em conflito.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ÀS 13H
Dourados recebe 7 mil doses e retoma vacinação contra a Influenza nesta tarde
OPORTUNIDADE
SAD homologa resultado final do Processo Seletivo do Hospital Regional de MS
SAÚDE
Covid-19: 500 mil kits de teste rápido chegam ao Brasil
COVID-19
Estado deve poupar R$ 187 milhões após STF suspender parcelas da dívida com a União
FURTO
Homem e uma mulher grávida são presos após furtar mercearia
CLIMA
Dourados deve ter março mais seco em três anos
CAMPO GRANDE
Motorista é preso após ser flagrado com 13 garrafas de cerveja em carro
SAÚDE
Equipes da Sanesul continuam na rua para garantir água tratada e de qualidade
DOURADOS
Após consumo de drogas e cachaça, travesti é assassinada a facadas no Canaã I
ESTADUAIS
Pagamento de servidores que ganham até R$ 2 mil está disponível

Mais Lidas

FRONTEIRA
Acidente na MS-164 em Ponta Porã leva pai e filho a óbito
DOURADOS
Homem entra em veículo e anuncia assalto com arma de brinquedo; vídeo
DOURADOS
Homem leva surra de populares e é detido por furtar dois veículos em Dourados
NOTA PREMIADA
Lista de ganhadores já está disponível para consulta