Menu
Busca domingo, 07 de março de 2021
(67) 99257-3397

Presas reclamam das más condições do 1º DP

30 outubro 2003 - 06h57

As minúsculas celas do 1º distrito policial de Dourados que foram transformadas em “cadeia pública” no ano passado por decisão -e também interditada- do juiz corregedor Celso Antônio Schuch Santos e condenada pela fiscalização da Vigilância Sanitária, continuam causando transtornos para os delegados -titular e plantonista- e principalmente pelos agentes e escrivões, sem que o governo do Estado através da Secretaria de Justiça e Segurança Pública tome uma providência para solucionar os problemas. Ontem a reportagem apurou que as doze detentas processadas que se encontram recolhidas numa das celas da delegacia -duas delas grávidas e outras apresentando problemas de saúde- não estão recebendo assistência por parte das autoridades competentes ligadas ao Sistema Penitenciário do Estado, além de ter os seus direitos constituídos pelas Leis de Execuções Penais, a LEP, negados, entre eles, banho de sol, visita familiar e íntima e principalmente a médica. A reportagem apurou também que nos últimos meses, as detentas somente recebem assistência médica paliativa e até medicamentos, porque estão sendo assistidas por delegados e agentes que atuam na delegacia. O Estado somente fornece alimentação que vem presídio de semi-aberto, localizado a cerca de duzentos metros da delegacia. Outro problema com a superlotação na delegacia, é a falta de estrutura para as celas, onde a entrada de ar é mínima no corredor, o que obriga os agentes a manter a porta que dá acesso do pátio dos fundos da delegacia a Regional aberta para que ocorra uma maior ventilação. Além disso, o sistema de esgoto continua precário, causando também transtorno a vizinhança. O sistema hidráulico e elétrico da delegacia sofreu no início do ano um reparo paliativo, e oito meses depois já se encontra com problemas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde lança guia alimentar de bolso para menores de 2 anos
SAÚDE
Saúde lança guia alimentar de bolso para menores de 2 anos
Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões
BRASIL
Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões
Assunção registra violência após resposta à pandemia gerar protestos
INTERNACIONAL
Assunção registra violência após resposta à pandemia gerar protestos
DAC vence o Novo por 3X0, em Campo Grande
DOURADOS
DAC vence o Novo por 3X0, em Campo Grande
Fazendeiro é autuado por exploração ilegal de madeira
AQUIDAUANA
Fazendeiro é autuado por exploração ilegal de madeira
PANDEMIA
Prorrogada situação de calamidade pública em dois municípios
ABERTO DE TÊNIS
Djokovic confirma retorno ao circuito no Aberto de Miami
MATO GROSSO DO SUL
Executivo envia projeto para criar fundação de apoio à pesquisa e à Educação
VÔLEI
CBV divulga calendário das quartas de final da Superliga Feminina
POLÍCIA
Caminhão com pneus do Paraguai foi apreendido pelo DOF durante a Operação Hórus

Mais Lidas

EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
PONTA PORÃ
Homem é assassinado na região de fronteira e autores deixam recado ao lado do corpo
SIDROLÂNDIA
Empresário morre em acidente que deixou outros três feridos
FRONTEIRA
Corpo de bebê é encontrado em matagal e enrolado em cobertor