domingo, 23 de janeiro de 2022
Dourados
38°max
24°min
Campo Grande
35°max
23°min
Três Lagoas
39°max
24°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
DOURADOS

Prefeitura homologa R$ 4,7 milhões em contratos para o 'Examina MS'

19 novembro 2021 - 11h43Por André Bento

A Prefeitura de Dourados homologou nos dias 10 e 11 de novembro R$ 4.729.832,10 em contratos com clínicas e estabelecimentos de saúde credenciados no Projeto “Examina MS”. 

Trata-se de um programa lançado pelo Governo de Mato Grosso do Sul para realização de exames represados em decorrência das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus. 

De acordo com as descrições feitas no portal da transparência do município, foram homologados R$ 2.400.453,90 com a Unidade de Diagnósticos por Imagem de Dourados, R$ 120.000,00 para a Lima & Ferruzzi Ltda – ME, e R$ 2.209.378,20 em favor da Cerdil Centro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem.

Os três vínculos são descritos como “contratação da empresa visando a realização de serviços de saúde ambulatoriais especializados na área de apoio à diagnose e terapia, em caráter de complementaridade à rede pública de saúde do município de Dourados, os quais serão prestados à demanda própria e referenciada de usuários da macrorregião”.

No dia 28 de setembro, o secretário de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende Pereira, homologou o montante de R$ 6.823.177,30 em propostas para realização de 25.641 exames em Dourados entre setembro e dezembro deste ano através do Projeto “Examina MS”. 

Naquela oportunidade, a Resolução nº 61/SES detalhou que essa estratégia para retomada e ampliação do acesso aos procedimentos com finalidade diagnóstica no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde) teria aporte de R$ 10.452.075,08 para 44.678 exames. 

As propostas homologadas pelo governo estadual foram encaminhadas pelos gestores municipais de adesão à Resolução nº 56 para execução nas competências setembro de 2021 a dezembro de 2021 e deverão ser objeto de Termo Aditivo e/ou Contratos de cada unidade executante. 

Com isso, o início da prestação de serviço somente poderá ocorrer após a assinaturas do Termo Aditivo ou Contrato com a unidade executante

No caso de Durados, a Missão Caiuá foi credenciada para realizar 306 exames de setembro a dezembro, por R$ 18.440,40. Para a Cerdil constam duas propostas, uma de 4.170 exames por R$ 946.967,40 e outra de 5.580 exames por R$ 2.209.378,20.

Quanto à Clínica de Medicina e Distúrbios do Sono, são 1.620 exames por R$ 520.000,00 e o Hospital Evangélico deve realizar 1.860 exames por R$ 560.031,60. Já o Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados propôs 390 exames por 167.906,40 e a Unidade de Diagnóstico por Imagem de Dourados 11.715 exames por R$ 2.400.453,90. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso depois de ameaçar matar a esposa e o sogro
FRONTEIRA

Homem é preso depois de ameaçar matar a esposa e o sogro

SAÚDE

Especialistas explicam riscos de suplementos para treinos em academias

BANDEIRANTES

Polícia procura suspeito de matar mulher e jogar corpo em fossa

TEMPORÁRIA

Ministério da Economia suspende concurso para 2.130 vagas

Homem persegue e mata com 2 tiros atual da ex-mulher em fazenda

PANDEMIA

MS confirma mais 2,4 mil casos e três mortes por covid-19

CAPITAL

Mulher que havia desaparecido há dois dias é encontrada morta

EDUCAÇÃO

IFMS recebe até hoje inscrições para cursos de qualificação profissional

CAPITAL

Homem é morto a tiros dentro do carro por dupla em motocicleta

MS

Governo libera quase R$ 10 milhões para reformas em escolas do interior

Mais Lidas

REGIÃO

Grave acidente deixa oito mortos em rodovia

DOURADOS

Morto em confronto, além de ser suspeito de morte de menor, tinha extensa ficha criminal

DOURADOS

Dois são flagrados com droga na PED

TRÁFICO DE DROGAS

Cocaína que saiu da região de fronteira do MS é interceptada em SP