Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397
DOURADOS

Secretário diz que material para tapa-buracos exige dois dias sem chuva

26 janeiro 2021 - 08h40Por André Bento

Em divulgação feita pela Prefeitura de Dourados na segunda-feira (25), o secretário municipal de Serviços Urbanos, Romualdo Salgado, declarou que as constantes chuvas registradas ao longo desse primeiro mês impossibilitam o uso do material disponível para tapa-buracos, que requer pelo menos dois dias de estiagem. 

A declaração do gestor foi feita em matéria que divulga o início dos trabalhos em pontos considerados mais críticos pela administração municipal. Nesse ponto, foi mencionado como exemplo a rotatória do Monumento ao Colono, na entrada da cidade, “que teve as crateras fechadas com o apoio de empresas parceiras da prefeitura”.

“É importante ressaltar que nestes locais teremos que voltar para fazer o serviço da maneira correta quando as chuvas pararem, mas tivemos que tomar ações paliativas para reduzir riscos de acidentes em alguns pontos mais críticos”, reconheceu o secretário de Serviços Urbanos. 

Segundo ele, “o excesso de água, além de aumentar a quantidade e o tamanho [dos buracos], impossibilita usarmos o material que temos, já que ele requer ao menos dois dias sem chuva”. 

Conforme já noticiado pelo Dourados News, janeiro de 2021 já é o mais chuvoso da história recente do município. De acordo com o Guia Clima da Embrapa Agropecuária Oeste, até agora só não choveu em cinco dias do mês e o índice pluviométrico acumulado chegou a 307.4 milímetros ontem (25). Nesta terça-feira (26), já foram mais 1.6 milímetros.

Recentemente, resultado de perícia técnica feita pelo Daex (Departamento Especial de Apoio às Atividades de Execução) do MPE-MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) no tapa-buracos executado em Dourados descartou sobrepreço na contratação de uma das empresas responsáveis pelas obras em 2019. Contudo, foi atestada a má qualidade do serviço.

O Dourados News teve acesso ao relatório de vistoria nº 051-DAEX/CORTEC-EA/2020, solicitado pela 11ª Promotoria de Justiça de Dourados em 27 de novembro de 2019, no âmbito do Inquérito Civil número 06.2017.00001095-3. 

Esse procedimento tramita desde 22 de junho de 2017 para “apurar a ocorrência de irregularidade urbanística consistente na falta de manutenção da pavimentação asfáltica das vias públicas da cidade de Dourados/MS, que estão sendo tomadas de buracos e deformidades tornando as ruas intransitáveis e obstaculizando o tráfego de veículos no município, bem como atentando contra a própria dignidade física dos munícipes, bem como colher informações, depoimentos, documentos e outras provas para elucidação da verdade, adequação dos fatos à legislação em vigor e eventual imposição das penalidades legais”.

Um dos trabalhos feitos pelos peritos foi analisar o Contrato número 234/2019/DL/PMD, firmado em 8 de julho de 2019 entre a Prefeitura de Dourados e a Isocon Construções LTDA – EPP, empresa contratada após vencer a Concorrência nº 001/2019, para executar o serviço por 270 dias ao custo R$ 441.678,00.

Eles descartaram indícios de sobrepreço, já que o valor global de mercado analisado conforme dados oficiais do boletim de preços do SINAPI, data base de abril de 2017, adotando mesmo BDI 21,99%, foi de R$ 447.615,00, ou seja, acima do contratado pelo município. 

Porém, ressalvaram que “mesmo não havendo evidências de sobre-preço no contrato, em vários dos tapa buracos periciados foram encontradas áreas a menor que a descrita na planilha anexa à medição, com isto entende-se que provavelmente houve pagamento de serviços além do executado, entretanto como não se pôde encontrar todos os tapa buracos indicados nas planilhas e relatórios fotográficos fornecidos, pelos vários motivos já expostos, não se pode chegar ao total de serviços pagos além do executado, e muito provavelmente hoje não é mais possível de fazer tal constatação, como também já exposto”. 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MP reitera pedido de multa por descumprimento do Plano de Biossegurança no transporte público
CAMPO GRANDE
MP reitera pedido de multa por descumprimento do Plano de Biossegurança no transporte público
Segunda dose da vacina contra Covid será aplicada hoje no Centro de Convivência do Idoso
DOURADOS
Segunda dose da vacina contra Covid será aplicada hoje no Centro de Convivência do Idoso
Grupo receberia comissão se conseguisse negociar carga de maconha no Água Boa
DOURADOS
Grupo receberia comissão se conseguisse negociar carga de maconha no Água Boa
Novo prédio do DOF receberá nome de coronel Adib Massad, após proposição de Neno Razuk,
HOMENAGEM
Novo prédio do DOF receberá nome de coronel Adib Massad, após proposição de Neno Razuk,
Após surtar, homem tenta se matar e ateia fogo na casa onde mora
DOURADINA
Após surtar, homem tenta se matar e ateia fogo na casa onde mora
DOURADOS
Ladrão invade alojamento do Hospital da Vida e leva pertences de enfermeiras
CLIMA
Feriado de Tiradentes terá predomínio de sol em Mato Grosso do Sul
FERIADO
Saiba o que abre e fecha no feriado desta quarta em Dourados
ESTADUAL DE FUTEBOL
Dourados estreia em casa hoje no hexagonal contra o Comercial
TV DOURADOS NEWS
José Carlos Manhanbusco fala das novas regras para aposentaria que passam a valer em 2021

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados