Menu
Busca sábado, 17 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Prefeitura de Sidrolândia é notificada por sonegar INSS

16 julho 2005 - 11h14

Cerca de R$ 6 milhões deixaram de ser recolhidos aos cofres da União, entre 1996 e 2004, na gestão do ex-prefeito Enelvo Felini (PDT), em Sidrolândia. O valor corresponde a débitos sobre remuneração trabalhista, prestadores de serviços, produção rural, pagamentos efetuados e remuneração de cargos eletivos. A informação foi divulgada neste sábado pela assessoria do atual prefeito Daltro Fiuza (PMDB). A Prefeitura da cidade foi notificada pelo INSS (Instituto Nacional de Seguro Social), que fez várias inspeções no ano passado e em 2005 na prefeitura. Os R$ 6 milhões deveriam ser recolhidos à Previdência. Do total, cerca de R$ 4 milhões foram calculados sobre a remuneração de servidores. O atual prefeito pediu um levantamento para saber se a prefeitura deixou de cobrar o dinheiro dos funcionários. Fiúza levantou a hipótese de o antigo prefeito ter descontado a contribuição, mas não ter paga o INSS. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SÃO PAULO
Parlamentares invadem Hospital em meio à pandemia de Covid-19
Homem executado com 60 tiros já foi acusado de homicídio e tentativa
CAPITAL
Homem executado com 60 tiros já foi acusado de homicídio e tentativa
IMUNIZANTE
Azambuja assina carta dos governadores à ONU por mais vacinas
FRONTEIRA
Polícia 'estoura' lava jato que estocava cocaína para facções criminosas
GERAL
Emissão de Certidões Negativas segue disponível no Portal do TJMS
CAPITAL
Passageira de moto morre após veículo colidir com carro em viaduto
FÓRMULA 1
Lewis Hamilton conquista a pole para o GP de Imola; 99ª da carreira
REGIÃO
Ladrão de bancos do Paraguai é preso quando fugia para o Brasil
BENEFÍCIO
UEMS oferta 78 bolsas no valor de R$ 400 para Projetos de Ensino
POLÍCIA
Veículo roubado é recuperado na região central de Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
CRIME AMBIENTAL
Goiano preso com minhocas terá que pagar multa de quase meio milhão de reais
AMEAÇA DE EXTINÇÃO
Após passar por MS, homem é preso com mudas raras que seriam vendidas na Bolívia
DOURADOS
Funsaud oficializa saída de diretor médico da UPA após denúncia de escala sem plantonista