segunda, 22 de abril de 2024
Dourados
24ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Prefeito de Ponta Porã recebe a diretoria do Simted

27 setembro 2003 - 09h53

A nova diretoria do Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação (Simted), liderada pela presidente Marileide Peixoto, foi recebida esta semana pelo prefeito municipal Vagner Piantoni (PT). Durante a reunião o prefeito fez uma exposição das condições financeiras do município, disse que está cortando gastos e que tem feito um esforço muito grande para não demitir funcionários.De acordo com Piantoni, a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), fixa gasto máximo de 54% com a folha salarial e devido à queda de arrecadação é preciso precauções, para que não se extrapole este limite. “Além disso, é preciso reconhecer que nada funcionava no município há três anos atrás. Antes não tínhamos nenhuma ambulância, hoje temos dez rodando todos os dias. Hoje recebemos R$ 20 mil para a merenda e gastamos R$ 70 mil. Dessa forma, asseguramos para nossas crianças, refeições nutritivas e saudáveis. O município gastava R$ 20 mil com transporte de estudantes, hoje gastamos R$ 120 mil por mês”, ressaltou.Piantoni disse que a sua vontade era de conceder um bom reajuste para todos os servidores públicos, mas hoje isso é praticamente impossível devido à redução de receita, mas assim que for possível o reajuste será concedido, até porque entende que se o município progrediu, muito se deve aos servidores municipais. Mas tranqüilizou a diretoria do Simted quanto a demissões. “Não seríamos loucos de sair demitindo. Estamos trabalhando com os pés no chão, administrando com transparência e usando do bom senso, antes de tomar qualquer decisão”.Outro ponto destacado pelo prefeito foi que no primeiro ano conseguiu reformar escolas do município, mas o mesmo ritmo não pode ser empregado no segundo e agora no terceiro ano. “O importante é que temos total controle da situação, não fazemos atrasar salários, vamos pagar em dia o 13o, o que estamos fazendo neste momento de crise vivida por todos os municípios brasileiros, é esperando a tempestade passar para por a cabeça pra fora. São medidas caseiras que adotamos, que estão dando bons resultados”, afirmou. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOXE

Brasil fatura 2 ouros e 3 pratas em 1º evento da Word Boxing

POLÍTICA

Gilmar Mendes determina conciliação em ações sobre marco temporal

Laboratório em campus do IFMS produz materiais para inclusão e acessibilidade
EDUCAÇÃO

Laboratório em campus do IFMS produz materiais para inclusão e acessibilidade

NOVA LEI

Estudo aponta desafios da abertura do mercado de gás natural no Brasil

Indígenas prometem seguir lutando por demarcação de terras
POLÍTICA

Indígenas prometem seguir lutando por demarcação de terras

MUNDO NOVO

Mestrado em Biodiversidade e Sustentabilidade Ambiental abre inscrições

ECONOMIA

Não houve invasão externa em sistema do Tesouro, diz Haddad

COTAÇÃO

Dólar cai para R$ 5,16 à espera de dados nos Estados Unidos

JUSTIÇA

Ministra mantém indenização de Deltan a Lula por caso de powerpoint

CAMPO GRANDE 

Homem que atropelou e matou esposa é liberado após audiência de custódia 

Mais Lidas

CAMPEONATO ESTADUAL

Operário domina partida, vence o DAC por 3 a 1 e conquista o título Estadual

DOURADOS

Jovem morre a caminho de hospital após ser atingido por facada no abdômen

CAPITAL

Trabalhadores que faziam serviço tapa-buraco são atropelados

FUTEBOL

Sem o título, Dourados perde ainda duas vagas para competições nacionais