Menu
Busca quinta, 06 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Preços globais dos alimentos têm maior alta desde 1990

03 fevereiro 2011 - 09h50

quinta-feira a agência das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Foi a sétima alta consecutiva - e a tendência para os próximos meses é de aceleração ainda maior, segundo a FAO.

O Índice de Preços de Alimentos da FAO chegou, no mês passado, a marca de 230,7 pontos. O número supera, inclusive, a pontuação registrada em junho de 2008, 213,6 pontos. Naquele ano, o mundo enfrentava a chamada crise alimentar - foi registrada uma alta média de 57% nos preços dos alimentos entre 2007 e 2008. Em dezembro de 2010, a cotação foi de 223,1 pontos.

O indicador é um termômetro da variação mensal dos preços internacionais de uma cesta de commodities agrícolas. Ele é acompanhado de perto por analistas e investidores. O índice da FAO mede as mudanças mensais de preços para uma cesta de alimentos composta por cereais, oleaginosas (castanhas, avelãs, amêndoas), laticínios, carne e açúcar.

A expressiva valorização das commodities – produtos primários de origem vegetal ou mineral, cujos preços são cotados no mercado internacional – e seus efeitos inflacionários é uma das preocupações na economia mundial em 2011. O problema é tão sério que afeta não apenas os pujantes países emergentes. Mesmo a zona do euro, com baixa taxa de crescimento anual (1,7%) e desemprego nas alturas (10%), teve de conviver com inflação de 1,6%. Não a toa, a França está em campanha no G20 – grupo das maiores economias desenvolvidas e emergentes do mundo – para emplacar novas regras para este mercado.

Pouco depois da divulgação do relatório da ONU, o presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, afirmou que que o G 20 precisa agir para conter a alta das commodities. Segundo ele, há uma "ampla tendência de aumento dos preços". Zoellock explicou que há uma demanda de consumo maior por açúcar e carnes nas economias emergentes em rápido crescimento. "2008 deve ter sido um alerta, mas ainda não estou certo de que todos os países do mundo despertaram para isso", advertiu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS lança 6° campanha do agasalho Aqueça Uma Vida nesta quinta-feira
SOLIDARIEDADE
MS lança 6° campanha do agasalho Aqueça Uma Vida nesta quinta-feira
Advogado suspeito de matar lider do PSL volta para a prisão após internação
NOVA ANDRADINA
Advogado suspeito de matar lider do PSL volta para a prisão após internação
TEMPO
Quinta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
Homem é preso com caminhonete e pistola na MS-164 logo após assalto
POLÍTICA
Senado Federal aprova penas mais duras contra crimes cibernéticos
APARECIDA DO TABOADO
Homem é esfaqueado ao tentar impedir mulher de sair para comprar drogas
IMUNIZANTE
Mais 628 mil vacinas da Pfizer chegam ao Brasil nesta quarta-feira
RIBAS DO RIO PARDO
Detetive particular já condenado é preso por dirigir embriagado após acidente
JUDICIÁRIO
Justiça Federal absolve ex-presidente Temer de envolvimento em 'quadrilhão'
COXIM
Homem agride filho e nora de vereador, quebra viatura e danifica loja

Mais Lidas

PANDEMIA
Decreto reduz toque de recolher em Dourados na semana do Dia das Mães
DOURADOS
Pancadaria em motel termina na delegacia com três pessoas detidas
REGIÃO
Mãe e filha são executadas em locais diferentes na fronteira
PONTA PORÃ
Vítima de execução na fronteira registrou boletim de ocorrência contra o namorado