Menu
Busca quarta, 12 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Preço de latinha reciclável sobe 20%, mas não recupera valor

02 fevereiro 2011 - 17h32

O crescimento do país em 2010 beneficiou os catadores de material reciclável. No ano, o preço da lata de alumínio, um dos descartes mais rentáveis da indústria da reciclagem, aumentou quase 20%. Apesar disso, o valor do produto ainda não recuperou o patamar alcançado no período pré-crise econômica de 2008.

Segundo boletins da Abal (Associação Brasileira do Alumínio), o quilo de latas de alumínio prensadas era vendido a R$ 2,73 na primeira quinzena de janeiro de 2010. Um ano depois, o quilo das latinhas subiu para R$ 3,25. O valor, entretanto, ainda é 6% menor do que a cotação em 2008, que, segundo a Abal, chegou a R$ 3,47.

Só no ano passado, segundo a Abal, foram recicladas 200 mil toneladas de latas de alumínio. Isso representa 98% do total de latas vendidas no mercado nacional, o que faz do Brasil um dos campeões mundiais de reaproveitamento de alumínio.

Apesar da melhora nos preços verificada no ano passado, os catadores de material reciclável ainda esperam que os preços voltem aos níveis de 2008. "Melhorou de lá pra cá, mas ainda não voltou a ser o que era", disse Sérgio da Silva Santos, coordenador financeiro da Coopere Centro, uma cooperativa de catadores de São Paulo.

Ele disse que a alta também foi acompanhada pelo aumento dos preços de outros materiais recicláveis, como papelão e papel. Santos disse, porém, que a alta ainda não compensou a queda dos preços ocorrida dois anos atrás. "Tivemos que dobrar nossa produção para manter os ganhos de cerca de R$ 800 por mês", afirmou. "Agora está melhorando, mas ainda não é como antes."

O coordenador da comissão de reciclagem da Abal, Henio de Nicola, disse que, no caso das latas, a parte dos intermediários chega a 20%. Mesmo assim, ele afirmou que a reciclagem de alumínio continua sendo a atividade mais rentável para os catadores do país.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Residência de idosa é invadida e furtam botijão, cadeira e tv
DOURADOS
Residência de idosa é invadida e furtam botijão, cadeira e tv
Cabo Almi apresenta melhora e pode ser extubado nas próximas horas
COVID-19
Cabo Almi apresenta melhora e pode ser extubado nas próximas horas
Trabalha na área da Beleza e Estética? Veja como o Dourados News pode impactar no seu alcance
BELEZA & ESTÉTICA
Trabalha na área da Beleza e Estética? Veja como o Dourados News pode impactar no seu alcance
Veículos carregados com mais de três mil pacotes de cigarro são apreendidos
CONTRABANDO
Veículos carregados com mais de três mil pacotes de cigarro são apreendidos
Polícia apreende comboio com nove veículos carregados de mercadorias ilegais
REGIÃO
Polícia apreende comboio com nove veículos carregados de mercadorias ilegais
NEGÓCIOS & CIA
Tira dúvidas do IR 2021: prazo de pagamento, soma de rendimentos, pecúlio
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 27 milhões nesta quarta-feira
SAFRA 2021/2022
Ministério aprova zoneamento agrícola de risco climático para soja em MS
DOURADOS
Homem morre após ser encontrado ferido em frente de residência
DOURADOS
Descontrolado, pastor xinga policiais por ser orientado a diminuir som de igreja

Mais Lidas

PANDEMIA
Levado pela Covid-19, "João da União" deixa legado para família e em Dourados
INDÁPOLIS
'Frio' e com roupa ainda suja de sangue, assassino de tio não mostrou arrependimento ao ser preso
DOURADOS
Homem morre no HV após acidente com condutor que empinava moto
PANDEMIA
Novo decreto mantém toque de recolher às 21h e autoriza abertura de cinema em Dourados