Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Preço da soja despenca no Mato Grosso do Sul

03 fevereiro 2010 - 15h38

Produtores de soja de Mato Grosso do Sul estão preocupados. A colheita está para começar e os preços do grão não param de cair.

Na propriedade em Dourados a soja foi cultivada em 1,5 mil hectares. A chuva veio na hora certa e a planta cresceu conforme o esperado.

O agricultor Darci Decian estima uma produtividade de 50 sacas por hectare. Desta vez, a preocupação não é com o rendimento, como em anos anteriores, mas com o mercado. O preço do grão não para de cair.

Em dezembro, a saca da soja estava sendo negociada a R$ 42. Agora, o valor despencou para R$ 31. São 26% a menos para o agricultor que este ano espera colher bem depois de duas quebras seguidas na produção por conta da estiagem.

“Estamos indignados com o que está acontecendo. A produção se desenvolve muito bem, mas o preço vai ser uma frustração total pro produtor esse ano", avisou seu Darci.

Na região de Dourados, a colheita da soja deve começar na semana que vem.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Senado Federal aprova MP do aumento salário mínimo para R$ 1.045
CORUMBÁ
Cinco funcionários são presas acusadas de venda e receptação de tijolos
PROTOCOLOS
Comitê de ações da UEMS publica Plano de Biossegurança Institucional
POLÍTICA
Planalto teme que quebra de sigilo repercuta na cassação de Bolsonaro
CAPITAL
Homem acusado de esfaquear a mãe e um amigo da ex-mulher é preso
REMÉDIO CONTRA MALÁRIA
França proíbe uso da hidroxicloroquina para tratamento da Covid-19
PONTA PORÃ
Ambiental autua homem em R$ 15 mil por maus-tratos a animais
DATAFOLHA
Para 61% dos que viram reunião, Bolsonaro quis interferir na PF
POLÍCIA
Idosa é agredida após ter a casa invadida por morador de rua
CULTURA
CineClube UEMS terá encontros online com filmes sobre pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher