Menu
Busca segunda, 20 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
ELEIÇÕES 2014

Prazo para substituição de candidatos a cargos proporcionais termina em 6 de agosto

04 agosto 2014 - 10h19

Os partidos políticos ou as coligações que tenham candidatos às eleições gerais de 2014 poderão substituí-los em caso de registro indeferido, inclusive por inelegibilidade, cancelado, ou cassado, ou, ainda, que renunciar ou falecer após o final do prazo do registro.

A regra vale também para candidatos que tenham sido expulsos dos partidos a que pertençam. Nas eleições proporcionais (deputado federal, estadual e distrital), a substituição só será efetivada se o novo pedido for apresentado até 60 dias antes do pleito, ou seja, até a próxima quarta-feira, 6 de agosto.

Em caso de falecimento de candidato, a substituição poderá ser efetivada após esse prazo. Os tribunais regionais eleitorais deverão cancelar automaticamente o registro de candidato que venha a falecer. As regras para substituição de candidatos estão previstas na [Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) n° 23.405 e na Lei das Eleições (Lei 9.504/1997)](http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2014/normas-e-documentacoes/resolucao-no-23.405).

A novidade para as eleições deste ano é que a substituição de candidatos a cargos majoritários (presidente da República, governador e senador) por coligação ou partido político deve ser feita até 20 dias antes das eleições. No último pleito, em 2012, a mudança poderia ocorrer até a véspera da votação. De acordo com o presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, esse prazo é suficiente para dar tempo de mudar a foto e o nome do candidato na urna eletrônica.

A Lei das Eleições e a Resolução do TSE determinam, ainda, que, nas eleições majoritárias, se o candidato for de coligação, a substituição deverá ser feita por decisão da maioria absoluta dos órgãos executivos de direção dos partidos políticos coligados, podendo o substituto ser filiado a qualquer partido dela integrante, desde que a legenda à qual pertencia o substituído renuncie ao direito de preferência.

Na hipótese de substituição, caberá ao partido político ou coligação do substituto dar ampla divulgação ao fato para esclarecimento do eleitorado. No caso de renúncia, que deverá ser expressa em documento com firma reconhecida, o prazo para substituição será contado da publicação da decisão que a homologar. A renúncia ao registro de candidatura, homologada por decisão judicial, impede que o candidato que renunciou volte a concorrer para o mesmo cargo na mesma eleição.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Caseiro é assassinado com golpe de faca em Dourados
POLÍCIA
Caseiro é assassinado com golpe de faca em Dourados
Caçador é multado por abate de dois animais silvestres da espécie cateto
CRIME AMBIENTAL
Caçador é multado por abate de dois animais silvestres da espécie cateto
Dourados tem domingo com novo recorde de calor no ano
CLIMA
Dourados tem domingo com novo recorde de calor no ano
Cidade Universitária terá novos horários de ônibus a partir de hoje 
DOURADOS
Cidade Universitária terá novos horários de ônibus a partir de hoje 
OBRAS
Governo acelera pavimentação de rodovias-tronco da Rota Bioceânica
INFORME PUBLICITÁRIO
União Pneus oferece o melhor em recauchutagem e consertos com pagamento facilitado
PARAGUAI
Polícia apreende mais de R$ 1 milhão em produtos contrabandeados 
ECONOMIA
Detran/MS abre visitação de 83 lotes para três leilões em andamento
Durante banho de rio com a família, adolescente morre afogado
IMUNIZANTE
Covid: Brasil recebe mais 2,2 milhões de doses da vacina Pfizer

Mais Lidas

'AMIGÃO'
Bêbado bate carro e deixa amigo ferido em canteiro
EVENTO CLANDESTINO
PM encerra festa com pelo menos 2 mil pessoas em Dourados
POLO INDUSTRIAL
Expansão industrial impulsiona investimentos logísticos em Dourados
LOTERIA
Douradense fatura R$ 31 mil ao acertar na quina