Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Prazo para recadastramento de armas termina dia 31

26 dezembro 2009 - 09h13

A Campanha Nacional de Recadastramento de Armas termina na próxima quinta-feira, dia 31 de dezembro de 2009. O recadastramento é obrigatório e gratuito e a Polícia Federal disponibilizou o número 0800 727 3040 para esclarecimento de dúvidas. O recadastramento também pode ser feito em uma das 2 mil lojas especializadas e credenciadas, nas 6 mil agências dos Correios, nas unidades da Polícia Federal ou pelo site www.recadastramento.org.br. Desde o início da iniciativa, mais de três milhões de armas foram legalizadas no País.
Encerrada a campanha, os proprietários de armas não recadastradas estarão sujeitos à pena de detenção de um a três anos mais pagamento de multa. Os documentos que devem ser apresentados no ato do recadastramento são cópia autenticada do RG, CPF, comprovante de residência e registro antigo da arma, se houver. A arma não deve ser levada ao posto de recadastramento. De acordo com a legislação, todo cidadão brasileiro ou naturalizado, maior de 25 anos, tem o direito de adquirir até seis armas de uso permitido.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO DE DROGAS
Homem é preso transportando toneladas de maconha na BR-463
UFGD
Universitários podem se inscrever em competição de esportes on-line
LOTERIA
Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 38 milhões
CAPITAL
Golpista clona WhatsApp de vereador e pede dinheiro a pelo menos 30 pessoas
AJUDA DE 600 REAIS
Mais 2,5 milhões de pessoas recebem hoje o Auxílio Emergencial
MORENINHAS
Idoso morre carbonizado durante incêndio em residência
IMPOSTO
Licenciamento de veículos com placas final 1 e 2 vence nesta sexta
INVESTIGAÇÃO
Governo pede ao STF que suspenda depoimento de Weintraub
SIDROLÂNDIA
Motociclista morre em acidente com caminhão boiadeiro na BR-060
TEMPO
Quinta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher