sexta, 28 de janeiro de 2022
Dourados
29°max
21°min
Campo Grande
29°max
21°min
Três Lagoas
30°max
24°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Porto de Paranaguá inicia blitz contra transgênicos

28 outubro 2003 - 11h57

O superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Eduardo Requião, determinou a suspensão das exportações de toda soja estocada nos silos e armazéns públicos e privados do Porto de Paranaguá. Nesta terça-feira será iniciado um processo de fiscalização nos silos e armazéns de soja do Porto para identificar possíveis estoques de soja transgênica. A exportação de soja pelo Porto de Paranaguá está suspensa até que todos os armazéns sejam vistoriados. A medida foi adotada como reação a uma denúncia de que há soja "batizada" ou misturada no Corredor de Exportação. "A suspensão deve vigorar por quatro ou cinco dias até que toda soja estocada nos silos do porto seja examinada pela Claspar (empresa de classificação vegetal do governo do Estado), Secretaria da Agricultura e Abastecimento e pelos próprios técnicos do porto", avisou Eduardo Requião. A medida foi anunciada ontem durante solenidade em que o governador do Paraná, Roberto Requião, sancionou a lei que proíbe os transgênicos no Paraná (saiba mais aqui). Segundo Eduardo Requião, atualmente há cerca 62 mil toneladas de soja estocadas no porto. O produto está distribuído no silão público e em outros quatro terminais privados. "Esperamos a compreensão do exportadores, mas a paralisação é necessária para que possamos garantir a averiguação de toda soja estocada no porto, o que vai demandar alguns dias", explicou Eduardo Requião anunciou também que assinou uma ordem de serviço que obriga, a partir de agora, a apresentação da certificação de qualidade para a liberação de embarque de soja pelo porto. Além disso, o próprio porto já iniciou inspeções nos armazéns e silos interligados ao Corredor de Exportação, para atestar a inexistência de produtos geneticamente modificados. "Não vamos permitir o embarque de soja transgênica", ressalta Eduardo Requião. "Quem não cumprir o que determinou o Governo do Estado será responsabilizado."  

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA

Caixa paga hoje Auxílio Brasil a cadastrados com NIS final 9

POLÍTICA

Dourados já está cadastrado no Programa Nacional de Crédito Fundiário

EDUCAÇÃO

IFMS abre matrícula para segunda chamada em cursos de idiomas

AJUDA

Mais Social já é renda extra para 67 mil famílias sul-mato-grossenses

Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 36 milhões
LOTERIA

Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 36 milhões

ECONOMIA

Prazo para pagamento da taxa do concurso da Petrobras termina hoje

PONTA PORÃ

Polícia apreende veículo com carga de contrabando na BR-463

INOVA

Diretor da Unigran realiza palestra em evento internacional de startups

REGIÃO

Governador autoriza obras de infraestrutura e habitação em Maracaju

CAPITAL

Traficantes exigem R$ 2 mil para libertar motorista em "boca de fumo"

Mais Lidas

DOURADOS

Homem ostenta em boate, não concorda com valor da conta e vai parar na delegacia

DOURADOS

SIG localiza jovem que estava desaparecida

DOURADOS 

Carro capota após colisão em cruzamento da Monte Alegre

RIBAS DO RIO PARDO

Pai, mãe e filho morreram em colisão entre veículos na BR-262