Menu
Busca domingo, 20 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Vereadores apontam semana decisiva sobre partidos e aposentadoria pode ser revista

09 março 2020 - 11h42Por André Bento

Vereadores de Dourados garantem que vão definir nesta semana as mudanças de partidos, embora a janela de transferências aberta na quinta-feira (5) só feche em 3 de abril. Além disso, até mesmo uma já anunciada aposentaria pode ser revista por parlamentar que voltou a flertar com possível reeleição.

Esse foi o cenário apurado pelo Dourados News na manhã desta segunda-feira (9) no Palácio Jaguaribe, entre o ato de homenagem ao Dia Internacional da Mulher realizado no hall de entrada da Casa de Leis e a reunião pré-pauta no plenarinho.

Chefe do Legislativo municipal, Alan Guedes (DEM) reafirmou a saída do atual partido e disse à reportagem que mantém conversas adiantadas com três siglas para viabilizar o projeto de candidatura a prefeito.

“Essa semana provavelmente vamos definir. Estamos firmes no propósito e buscamos a melhor alternativa”, assegurou.

Vice-presidente da Câmara, Elias Ishy (PT) também ventila a possibilidade de tentar suceder a prefeita Délia Razuk (PTB) no comando do município. “O PT vai lançar candidato. Hoje o partido pensa no meu nome e no do professor João Carlos [de Souza, presidente municipal da sigla], mas não está descartado o nome da Gleice [Jane Barbosa, vice-presidente do Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Dourados]”, revelou.

Até Idenor Machado (PSDB), que na noite de 3 de fevereiro declarou ao Dourados News que pretendia se aposentar, agora pensa em rever essa decisão. Nesta manhã, disse à reportagem que foi chamado pela cúpula do partido para tratar das eleições municipais deste ano e deve definir seu futuro político em no máximo 15 dias.

Outros vereadores ouvidos hoje e que também pretendem sacramentar mudanças partidárias nesta semana foram Bebeto (PL), que citou conversas com o PTB, Olavo Sul (Patriota), entre MDB e DEM, e Romualdo Ramim (PDT), convidado pelo MDB, além de Braz Melo (PSC) e Silas Zanata (Cidadania), esses dois últimos sem citar com quem conversam.

Na sessão de 3 de fevereiro, que marcou a volta das atividades em plenário na Casa de Leis, o vereador Madson Valente (DEM) anunciou que não tentará a reeleição.

Servidor de carreira da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) há quase 30 anos, assumiu a gerência regional em Dourados recentemente e diz que não vislumbra, ao menos por enquanto, disputar outro cargo eletivo. (relembre)

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
Com apoio do governo federal, MS tenta controlar focos de calor no Pantanal
NOVA ANDRADINA
Condutor com mais de 180 kg de maconha tenta fugir mas é capturado pela PRF
ECONOMIA
Estudo da FGV aponta que pandemia provocou queda de renda de 20,1%
REGIÃO
Carro com placas de São Paulo é flagrado com mais de 300 quilos de maconha em MS
COVID-19
Saúde atualiza números da pandemia do coronavírus e Brasil tem 363 novos óbitos
TRÁFICO DE DROGAS
PRF apreende 200 kg de maconha dividida em fardos em Bataguassu
POLÍTICA
Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decide que Cristiane Brasil continuará presa
ÁGUA CLARA
Após perseguição, traficante abandona acompanhante e carro com 64 kg de maconha
R$ 381 MIL
Idosa leva multa por incêndio em área de 95 hectares de vegetação nativa
BRASIL
Marco Aurélio, do STF, recebe alta após passar por cirurgia no joelho

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher estaciona em vaga preferencial e é xingada por médico
RIO BRILHANTE
Homem de 56 anos cai de trator e morre atropelado em fazenda
DOURADOS
GM flagra aglomeração no centro e três são presos
POLÍCIA
Braço direito de "Marcelo Piloto" é preso no Paraguai