domingo, 07 de agosto de 2022
Dourados
29°max
18°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
ELEIÇÕES 2022

União Brasil deve lançar Soraya Thronicke ao Planalto nesta sexta

05 agosto 2022 - 07h52Por G 1

O União Brasil deve oficializar nesta sexta-feira, dia 05 de agosto, em convenção nacional do partido em São Paulo, a candidatura da senadora Soraya Thronicke (MS) à Presidência da República.

Anunciada no início da semana, a pré-candidatura da senadora foi decidida pela cúpula do partido em substituição ao então pré-candidato da sigla ao Planalto, o deputado federal Luciano Bivar (PE) – lançado pelo União em maio.

O União Brasil ainda não anunciou o nome que vai completar a chapa de Soraya ao Planalto, mas deve tomar a decisão até esta sexta – último dia para a realização de convenções partidárias, segundo o calendário definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Presidente nacional do União, Bivar desistiu após investidas de aliados do candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva. O político de Pernambuco deve disputar reeleição à Câmara dos Deputados.

Criado a partir da fusão do DEM e do PSL, o União Brasil teve o apoio disputado por várias siglas por ter, entre seus "ativos", as maiores fatias do fundo de financiamento público de campanha (R$ 776,5 milhões) e do tempo de propaganda eleitoral em rádio e TV.

Mesmo com as investidas e negociações paralelas nos estados, Soraya diz acreditar que não será abandonada pelo partido nesta sexta. Na última terça, em São Paulo, Luciano Bivar e o vice-presidente do União, Antonio de Rueda, garantiram que há “consenso” para a confirmação do nome da senadora.

As convenções partidárias marcam a confirmação de candidaturas e acordos para coligações. Os partidos têm até o dia 15 de agosto para registrar os candidatos. No caso da disputa ao Planalto, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já recebeu os pedidos de Sofia Manzano (PCB), Pablo Marçal (Pros), Léo Péricles (UP) e Felipe d’Avila (Novo).

Com a confirmação do nome de Soraya Thronicke pelo União Brasil, esta disputa presidencial terá a maior participação feminina desde a redemocratização. O recorde anterior havia sido estabelecido em 2014, quando Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (à época, no PSB) e Luciana Genro (PSOL) disputaram o Planalto.

Desta vez, serão quatro mulheres encabeçando chapas: Soraya Thronicke, Vera Lúcia (PSTU), Sofia Manzano (PCB) e Simone Tebet (MDB). Elas, no entanto, ainda não serão maioria. Oito candidaturas masculinas foram oficializadas pelos partidos desde o início das convenções partidárias.

Senadora de primeiro mandato e novata em disputas eleitorais, Soraya é apresentada pelo União Brasil como “liberal na economia e defensora da família”. Aos 49 anos, ela é formada em direito e começou na política ao se filiar ao Partido Novo em 2017.

A primeira disputa eleitoral de Soraya foi ao Senado em 2018 pelo então PSL. Com 373.712 votos, ela foi eleita na onda de candidaturas bolsonaristas. Mais tarde, Soraya viria a romper com o presidente Jair Bolsonaro. No Senado, Soraya presidiu a Comissão de Agricultura.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foragido da justiça é preso em abordagem na fronteira
POLÍCIA

Foragido da justiça é preso em abordagem na fronteira

POLÍTICA

Eleições 2022 mantém maioria do eleitorado feminina, com 53%

Boca de fumo é fechada e traficante preso na fronteira
POLÍCIA

Boca de fumo é fechada e traficante preso na fronteira

Ministério lança campanha de combate à violência contra a mulher
DIREITOS HUMANOS

Ministério lança campanha de combate à violência contra a mulher

Inscrições para mestrado profissional em Ensino em Saúde encerram em 10 de agosto
UEMS

Inscrições para mestrado profissional em Ensino em Saúde encerram em 10 de agosto

LEVANTAMENTO

Jornalista divulga pesquisa sobre filho bastardo do imperador Pedro I

TURISMO

Brasil tem quatro aeroportos entre os mais pontuais do mundo

DOURADOS

8ª Feira da Reme segue até a noite deste domingo no Parque dos Ipês

POLÍTICA

Vera Lúcia, do PSTU, registra de candidatura à Presidência no TSE

ECONOMIA

Caminhoneiros começam a receber benefício emergencial nesta terça

Mais Lidas

TRAGÉDIA

Mulher que morreu em acidente na BR-463 era agrônoma de Dourados

TRAGÉDIAS

Agosto começa com quatro mortes por acidentes de trânsito em Dourados 

LUTO

Conselho de Agronomia lamenta morte de jovem agrônoma em acidente

TENTAVIVA DE HOMICÍDIO

Susto provocado por cachorro e discussão terminam com ciclista baleado