Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
PASSADA DE MÃO

Vereadores aceitam denúncia e processo deve durar 90 dias

15 junho 2015 - 22h40

A Câmara Municipal de Dourados acolheu na sessão de segunda-feira (15) a denúncia da vereadora Virginia Magrini (PP) contra o vereador Mauricio Lemes (PSB), na qual o acusa de ter passado a mão em suas nádegas durante cerimônia de entrega de moção na casa de leis na semana passada [relembre aqui](http://www.douradosnews.com.br/noticias/vereadora-denuncia-colega-da-camara-por-suposta-passada-de-mao-em-plena-sessao-ordinaria).

Diante de votação favorável de todos os parlamentares e sob protesto de participantes que se fizeram presentes na casa de leis, ficou decidido que o processo seguirá em debate.

A deliberação do processo administrativo do artigo 20 do código de ética e decoro parlamentar foi apoiada por 15 vereadores na sessão. Não votaram devido a ausência os vereadores Nelson Sudário e Délia Razuk, assim como não o fizeram o vereador Mauricio Lemes e o presidente da Câmara, Idenor Machado, estes por estarem impedidos por regras da casa.

A vereadora Virginia Magrini utilizou a bancada da casa de leis para expor o fato com indignação e afirmou que levará a discussão adiante por ter todas as provas necessárias.

“Com a minha dignidade ninguém vai brincar, jamais faria uma denúncia assim se não tivesse certeza do ocorrido. Não vou baixar minha cabeça, isso não tem cabimento, tenho todas as provas necessárias do caso e fé em Deus que isso não vai acontecer novamente”, destacou.

Após o depoimento da vereadora, houve um manifesto de representantes da Marcha Mundial das Mulheres que já haviam colocado bandeiras do movimento próximas a ela. Com pedido de respeito, a classe feminina destacava a indignação com o suposto assédio.

De acordo com a representante do movimento, Juliana Tonin, o grupo definiu por apoiar a legisladora em busca de pressionar os parlamentares para que acatassem o processo e mostrar indignação.

“Nós a procuramos para conversar e decidimos vir auxilia-la nessa situação e com o ato de hoje [segunda] pressionar os parlamentares para que seguissem com a causa. Vamos acompanhar de perto o fato e cobrar medidas corretas, isso não pode ser tolerado”, destacou.

Uma nota de repúdio feita pelas manifestantes foi lida na bancada pelo vereador Elias Ishy (PT). No material, a coragem de Virgina em expor o caso e cobrar providencias foi enaltecida e após a leitura do mesmo, os presentes que acompanhavam aplaudiram.

Manifestantes colocaram bandeiras próximas a vereadora por luta por respeito ás mulheres (Foto: Gizele Almeida)

O presidente da Câmara, Idenor Machado (DEM), afirmou que agora o caso será avaliado pela comissão de ética que posterior a debates, apresentará o voto.

“Temos que esperar a definição da comissão. No meu mandato não havia casos como esse até agora e o fato será investigado e abriremos ampla defesa para os dois lados”, pontuou.

O vereador Marcelo Mourão (PSD), presidente da comissão de ética, afirmou que serão tomadas as medidas necessárias quanto a deliberação do assunto e o caso deve ser “fechado” em 90 dias. Questionado se há a possibilidade de o acusado perder o mandato, Mourão destacou que é acredita ser muito cedo para conclusões.

“Vamos ouvir as partes, estudar o caso e só assim poderemos chegar a uma conclusão, penso que é muito cedo para opinar, só o farei após o relatório final do caso”, finalizou.

O Dourados News procurou o vereador Maurício Lemes após a sessão para falar sobre o assunto, porém o mesmo já havia se ausentado.


Representantes apoiaram vereadora com "grito de guerra" e nota de repúdio (Foto: Gizele Almeida)

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Bombeiros atendem segunda ocorrência de incêndio residencial no mesmo dia
DOURADOS
MPE descarta omissão de servidores e arquiva inquérito sobre homicídio na PED
PERIGO
Em alerta por onda de calor e baixa umidade, Dourados tem temperatura mais alta no ano
STJ
Confirmada indenização de R$ 450 mil para vigilante que ficou paraplégico após tiro acidental da polícia
DOURADOS
Se Justiça Eleitoral deferir, douradense terá a eleição com mais opções para prefeitura
ELEIÇÕES 2020
Câmara de Dourados deve ter concorrência superior a 14 candidatos por vaga
ISOLAMENTO
Engenheiro brasileiro enfrenta desafio em missão aeroespacial simulada
MATO GROSSO DO SUL
Equipamento que será usado para prevenir desabastecimento de água já está em Corumbá
PANDEMIA
Média de mortes por covid-19 no Brasil cai 10,35% em uma semana
FUTEBOL
Árbitros de MS são escalados para jogos do Brasileiro das séries C e D

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
PANDEMIA
Novo decreto diminui toque de recolher e libera venda de bebidas em bares até as 23h
PROSSEGUIR
Governo atualiza mapa da Covid e Dourados volta para "bandeira vermelha"
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão