Menu
Busca domingo, 18 de abril de 2021
(67) 99257-3397
REGIÃO

Senadora Soraya destaca aprovação da MP que destina R$ 2,5 bi para vacinas

03 março 2021 - 21h20Por Carlos Ferraz

A senadora Soraya Thronicke (PSL/MS) destacou, nesta quarta-feira (03/03), a aprovação pelo Senado Federal, em votação simbólica, da Medida Provisória (MPV) 1.004/2020, que abre crédito extraordinário no valor de R$ 2,5 bilhões em favor do Ministério da Saúde para viabilizar o ingresso do Brasil no consórcio internacional de vacinas Covax Facility. “Nosso esforço aqui no Senado para a prevenção da Covid está a todo vapor. A aprovação dessa MP é a garantia de mais vacinas para todos”, afirmou.
 
Segundo a parlamentar sul-mato-grossense, nos últimos dias, também foi aprovado o Projeto de Lei 534, de 2021, que autoriza a compra de vacinas por Estados, municípios e o setor privado, respeitando a imunização dos grupos prioritários. Além disso, ela completa que ainda foi aprovada a Medida Provisória 1.026/21, que vai facilitar a aquisição de vacinas, insumos e serviços necessários para a imunização com regras mais flexíveis. “É assim que estamos trabalhando para imunizar você, sua família, enfim, todos os brasileiros”, pontuou.
 
A MP 1.004/2020, que abre crédito extraordinário no valor de R$ 2,5 bilhões em favor do Ministério da Saúde para viabilizar o ingresso do Brasil no consórcio internacional de vacinas Covax Facility, vai à promulgação pelo Congresso Nacional. O Covax Facility, iniciativa da Organização Mundial de Saúde (OMS) e de outras entidades, pretende garantir uma produção mínima de cerca de dois bilhões de doses de vacina contra a Covid só neste ano, com possibilidade de mais 1 bilhão de doses, a serem distribuídas a países com renda per capita baixa ou média.
 
Na Exposição de Motivos do Governo Federal para a edição da MP, a estimativa era de que R$ 711 milhões iriam para o pagamento inicial do consórcio, R$ 91,8 milhões para garantia de compartilhamento de riscos, e R$ 1,7 bilhão adicionais para acesso às doses de vacina. Esses montantes consideram o fornecimento de vacinas para até 10% da população brasileira. De acordo com relatório de acompanhamento da Consultoria de Orçamento da Câmara dos Deputados, do total liberado pela MP, já foram executados R$ 830,9 milhões até o último dia 1º.
 
Segundo o Governo Federal, o dinheiro virá inteiramente do ingresso de recursos de operação de crédito interna decorrente da emissão de títulos do Tesouro Nacional, autorizada pela MP. Por conta da decretação do Estado de calamidade pública, o Executivo está dispensado de atingir a meta fiscal fixada na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020. A participação do Brasil no consórcio Covax foi viabilizada pela Lei 14.121, de 2021, derivada da MP 1003/2020, sancionada com vetos pela presidência da República.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Mulher tem seios apalpados e irmão dela é agredido durante assalto
EMPREGO
Emprego na área atinge apenas 15% de profissionais até 3 meses após formatura
ESPORTE
Champions League Feminina: com brasileira Formiga titular, PSG elimina Lyon
Foragido da Justiça em MS é preso transportando 32 quilos de cocaína
POLÍCIA
Foragido da Justiça em MS é preso transportando 32 quilos de cocaína
BRASIL
Primeira reunião da CPI da Covid-19 será realizada depois do feriado
ESPORTE
Fórmula 1: Verstappen vence GP de Ímola, mas Hamilton continua na frente
EMPREGO
Inscrições para vagas com salários de até R$ 4,2 mil em Jardim terminam nesta segunda
EDUCAÇÃO
Estudantes poderão se inscrever para Vale Universidade Indígena a partir de maio
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
POLÍCIA
Motociclista tenta atropelar policial durante abordagem e acaba preso

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto
RONDAS
Bicicleta roubada há 14 anos é recuperada em Dourados