Menu
Busca quinta, 01 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
COMITIVA

Senador Nelsinho Trad vai ministrar palestra nesta terça-feira em Miami

09 março 2020 - 20h35Por Da Redação

O senador Nelsinho Trad (PSD/MS), presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, vai ministrar palestra nesta terça-feira, dia 10 de março, às 14h30, em Miami, nos Estados Unidos, durante o Fórum das Américas. A conferência internacional tem como tema “Brasil-Estados Unidos: Um Novo Prisma Nas Relações de Parceria e Investimentos”. 

Com a proposta de reativar o Parlamento Amazônico, o parlamentar sul-mato-grossense foi convidado para falar sobre “A Amazônia Legal e Seus Aspectos Institucionais Multinacionais”, nos Estados Unidos, e para participar da comitiva de viagem do presidente Jair Bolsonaro. 

“Temos oito países no tratado de cooperação amazônica, Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela. Venho batalhando para que o Parlamento Amazônico volte a ter atuação, vou visitar alguns dos países amazônicos para coordenar os trabalhos da primeira reunião do Parlamento reativado, prevista para ser realizada em Brasília no dia 21 de maio. Por isso, o interesse mundial pelo assunto”, comentou o senador Nelsinho Trad. 

Na abertura da conferência, o presidente do Fórum das Américas, o empresário Mário Garnero, responsável por agendar o encontro, dará as boas-vindas aos participantes. Em seguida, o prefeito de Miami, Francis Suarez, terá o uso da palavra. Às 10h, o presidente Jair Bolsonaro fará a Palestra Magna. “Na programação, haverá discussões sobre mercado financeiro, inovação na saúde pública do Brasil e debates sobre um projeto de cooperação internacional pela Amazônia”, destacou o senador Nelsinho Trad. 

Acordo Brasil e EUA

O senador viajou com a comitiva oficial do presidente Jair Bolsonaro no sábado (07) pela amanhã. Ontem, como presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, Nelsinho Trad participou da assinatura do acordo de desenvolvimento de projetos futuros na área militar entre o Brasil e os Estados Unidos, no Comando Militar do Sul. Esse local é responsável por coordenar as operações militares dos Estados Unidos no Caribe, Centro e América do Sul. 

O acordo de Pesquisa, Desenvolvimento, Teste e Avaliação vai, segundo o senador Nelsinho Trad, abrir oportunidades ao Brasil. “Esse acordo permitirá que empresas brasileiras do setor de defesa desenvolvam projetos conjuntos com empresas americanas e se adequem a certificações e padrões de qualidade para terem acesso a novos mercados”, explicou o senador.

Os acordos internacionais firmados pelo Brasil com outros países, quando chegam ao Senado, iniciam sua tramitação pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, presidida pelo senador Nelsinho. 

Agenda

O senador Nelsinho Trad também participou nesta segunda-feira (09), em Miami, de reunião com o senador republicano Marco Rubio e da Sessão de Abertura de Seminário Empresarial Brasil-Estados Unidos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAN BADO
Dupla arma emboscada e mata jovem a tiros na fronteira
MS
Mercado de trabalho retoma contratações com destaque para indústria
NOVA ANDRADINA
Homem de 48 anos é multado em R$ 1 mil por maus tratos a cachorro
POLÍTICA
STJ nega pedido de Flávio Bolsonaro para anular decisões das 'rachadinhas'
IVINHEMA
Polícia Civil indicia mulher por provocar auto aborto em cidade de MS
UEMS
Projeto desenvolve "Sacolas de Inventar" para levar brincadeiras
CAMPO GRANDE
Polícia divulga foto de suspeito de assassinar garota de 18 anos a tiros
9ª REGIÃO MILITAR
Exército Brasileiro realiza a Operação Herácles de fiscalização em MS
CRIME AMBIENTAL
Pecuarista é multado em R$ 10 mil por manter duas antas em cativeiro
PANTANAL
Bombeiros superam cansaço e calor para controlar incêndios no Amolar

Mais Lidas

DECIBÉIS
Operação do Gaeco mira fraudes em licitações e cumpre cinco mandados em Dourados
INVESTIGAÇÃO
Policiais do Gaeco fazem nova operação em Dourados
DOURADOS
Gaeco deixa edifício com documentos apreendidos após mais de 5h
CAPITAL
Mulher com mandado de prisão em aberto é executada com oito tiros