domingo, 05 de dezembro de 2021
Dourados
36°max
23°min
Campo Grande
33°max
23°min
Três Lagoas
38°max
23°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
BRASIL

Senado aprova projeto que pune ofensa à vítima durante julgamento

27 outubro 2021 - 22h20Por G 1

O Senado Federal aprovou nesta quarta-feira, dia 27 de outubro, um projeto que amplia a punição para quem constranger vítimas e testemunhas de crimes durante audiências e julgamentos. O texto, já aprovado pela Câmara, segue para sanção presidencial.

A proposta altera o Código Penal para aumentar a pena do crime de coação no curso do processo —quando uma pessoa usa de violência ou grave ameaça durante um processo judicial.

Atualmente, a pena para essa prática é de um a quatro anos de reclusão e multa. Se a proposta virar lei, a punição será maior e, caso a coação ocorra em processo sobre crime contra a dignidade sexual, poderá ser aumentada de um terço até a metade.

O projeto também determina que nas audiências e no julgamento — em especial quando são apurados crimes contra a dignidade sexual — promotores, advogados, juízes e demais participantes deverão “zelar pela integridade física e psicológica da vítima”. Caso contrário, poderão responder civil, penal e administrativamente.

O texto diz que, nessas audiências e no julgamento, está proibida:

a manifestação sobre fatos que não estejam no processo;

a utilização de linguagem, informações ou material que ofendam a dignidade da vítima ou de testemunhas.

A relatora do projeto no Senado, Simone Tebet (MDB-MS), lidera a bancada feminina do Senado. Segundo ela, a matéria "visa reprimir a chamada vitimização secundária" — dano psicológico causado à vítima por meio conduta de agentes do próprio Estado.

Mariana Ferrer

O projeto foi apresentado em novembro de 2020 após a repercussão nacional do caso da blogueira Mariana Ferrer, de Santa Catarina. A jovem acusa o empresário André de Camargo Aranha de tê-la estuprado em dezembro de 2018. Ele foi absolvido.

Durante uma audiência no processo, o advogado de defesa, Cláudio Gastão da Rosa Filho, exibiu fotos de Mariana Ferrer dizendo que eram imagens “ginecológicas” e afirmou que “jamais teria uma filha” do “nível” da blogueira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA

Entenda as novas regras da Tarifa Social de Energia Elétrica

Assaltante invade farmácia na região central de Dourados e rouba dinheiro
ROUBO

Assaltante invade farmácia na região central de Dourados e rouba dinheiro

Polícia faz pente-fino na PED e autua interno por tráfico de drogas
DOURADOS

Polícia faz pente-fino na PED e autua interno por tráfico de drogas

Júri da Kiss: julgamento segue no domingo com depoimento de sócio da boate e mais um sobrevivente
JUSTIÇA

Júri da Kiss: julgamento segue no domingo com depoimento de sócio da boate e mais um sobrevivente

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes
PANDEMIA

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes

DEPUTADOS

Audiência na Câmara discutirá implementação da Política Nacional de Defesa

DEZEMBRO VERMELHO

Após 40 anos do primeiro caso, epidemia de HIV/aids ainda mata brasileiros

SAÚDE PÚBLICA

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

REGIÃO

Polícia prende homem por descumprimento de medida protetiva em Ponta Porã

ILUMINAÇÃO ROXA

Congresso chama atenção para violência contra mulheres com deficiência

Mais Lidas

DOURADOS

Vídeo mostra jovem deitando em rua antes de acidente

DOURADOS

Homem morre atropelado no Jardim Piratininga e motorista foge do local

DOURADOS

Jovem estava deitado na rua e motorista de caminhão disse que não percebeu atropelamento

TRAGÉDIA

Trabalhador morre após queda de laje em Dourados