quinta, 27 de janeiro de 2022
Dourados
33°max
24°min
Campo Grande
30°max
22°min
Três Lagoas
35°max
24°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
REGIÃO SUL

Secretário e ministra avaliam perdas na safra em função da estiagem

13 janeiro 2022 - 20h50Por Da Redação

Em função da estiagem que prejudicou lavouras e a produção de Mato Grosso do Sul, o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, acompanhou a ministra da Agricultura, Tereza Cristiana, durante visita a propriedades rurais na cidade de Naviraí, que tiveram perdas em função da falta de chuvas ao longo dos últimos meses.

“Estamos aqui em Naviraí onde podemos atestar a perda gigante que teve nesta área, que representa os prejuízos que ocorreram aqui na Região Sul do Estado, em função da estiagem. Temos que agradecer a ministra por ter vindo e agora é avaliar o que podemos fazer e encaminhar algumas soluções para ajudar o produtor sul-mato-grossense”, descreveu o secretário Eduardo Riedel.

Tereza Cristina ressaltou que está fazendo as avaliações, para tomadas de decisão no Ministério da Agricultura. “É muito triste a gente ver esta situação, porque o produtor se programa, usa tecnologia, mas teve este prejuízo devido a estiagem, na faixa que sai do Rio Grande do Sul e chega ao Mato Grosso do Sul”.

A ministra reconheceu que as perdas foram significativas no campo. “Agora é hora de levantar a cabeça e olhar para frente, para achar as soluções e pensar no que podemos fazer ao setor. A safrinha já está chegando e por isso as ações precisam ser muito rápidas para as tomadas de decisão ao produtor rural”. Ela ainda participou de reunião com os produtores da cidade.

Além da comitiva da ministra, participaram da agenda os secretários Eduardo Riedel (Infraestrutura), Jaime Verruck (Semagro), os presidentes da Aprosoja, André Dobashi, e da Famasul, Marcelo Bertoni.

Decreto

No dia 3 de janeiro o governador Reinaldo Azambuja anunciou o Decreto de Situação de Emergência nas 79 cidades do Estado, devido a seca e a estiagem. A decisão tem como objetivo ajudar os produtores rurais, que foram prejudicados em função da falta de chuvas nos últimos meses.

Com o Decreto, os produtores podem acionar o seguro agrícola, assim como o Proagro (Programa de Garantia da Atividade Agropecuária). Também poderão requisitar alongamento em pagamentos de financiamento e ainda prorrogar as parcelas de suas dívidas. Ainda se busca o reconhecimento federal da situação de emergência no Estado.

“Desde o mês de dezembro, estamos monitorando a questão da estiagem e seca prolongada em Mato Grosso do Sul. Estamos com volume de chuvas muito pequenas, que trazem grandes problemas em todo o Estado, por isso decretamos a situação de emergência nos 79 municípios”, afirmou o governador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO

IFMS divulga resultado final de seleção para cursos técnicos a distância

DOURADOS

Melhorias realizadas na PED reforçam segurança de policiais penais

PONTA PORÃ

Motociclista morre atropelado por caminhonete na BR-463

TEMPO

Quinta-feira nublada com possibilidade de chuva em Dourados

FRONTEIRA

Homem é morto na frente da namorada logo após sair de presídio

DIAGNÓSTICO

Anvisa vai decidir na sexta-feira se libera venda de autotestes de Covid

IVINHEMA

Família procura adolescente de 15 anos que está desaparecida

IAGRO

Prorrogado prazo para regularização dos rebanhos de caprinos e ovinos

PONTA PORÃ

Policiais socorrem criança que estava prestes a morrer por convulsão

EDUCAÇÃO

Sisu 2022: UEMS oferta 1142 vagas em 58 cursos de graduação

Mais Lidas

DOURADOS

Homem ostenta em boate, não concorda com valor da conta e vai parar na delegacia

FURTO

Jovem abre algema e tenta fugir de delegacia em Dourados durante autuação

DOURADOS

Preso o jovem autor de pelo menos 20 furtos apenas neste ano

RIBAS DO RIO PARDO

Pai, mãe e filho morreram em colisão entre veículos na BR-262