Menu
Busca terça, 27 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
ENCONTRO

Reinaldo Azambuja discute viabilização de corredor ferroviário bioceânico

30 outubro 2017 - 06h45Por Da Redação

O governador Reinaldo Azambuja participa nesta segunda-feira, dia 30 de outubro, em Brasília, de reunião no Ministério dos Transportes para tratar da viabilização do Corredor Ferroviário Bioceânico de Integração. O primeiro passo para a interligação das ferrovias do Brasil, Bolívia, Argentina e Chile é um Memorando de Entendimento que será assinado pelo ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil do Brasil, Maurício Quintella, e o ministro de Obras Públicas, Serviços e Moradia da Bolívia, Milton Claros Hinojosa.

Segundo o governador Reinaldo Azambuja, a consolidação de rotas rodoviárias e ferroviárias ligando os portos da costa brasileira no Atlântico à costa chilena e peruana no Pacífico, serão a redenção econômica dos países sul-americanos e fundamentais para a integração social e cultural da América Latina. “Não há dúvida sobre a importância estratégica da integração de todas essas regiões e tenho comigo que uma das grandes contribuições a esse processo são as rotas bioceânicas, caminhos que ligam por rodovias, hidrovias, ferrovias a costa do Atlântico à costa do Pacífico”, destaca Reinaldo Azambuja.

O Memorando de Entendimento será assinado com amparo do Acordo sobre o Transporte Internacional Terrestre, firmado em 1990 pelos governos do Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai, Uruguai e Peru, que regula o transporte ferroviário entre esses países. Os entendimentos bilaterais também estão respaldados pela Carta Conjunta do Mercosul, assinada em 21 de julho deste ano.

O Memorando prevê a formação de um grupo de trabalho formado por autoridades brasileiras e bolivianas. O grupo vai conduzir os entendimentos e todos os eventos que devem ser promovidos para se chegar a um projeto multinacional, com definições sobre trechos ferroviários que devem passar por intervenções, conexões, sistemas de embarques e instalações alfandegárias.

“Mato Grosso do Sul segue à frente desse projeto, que passa pela revitalização da malha ferroviária até Santos (SP) e a conexão de Corumbá com a Ferrovia Oriental da Bolívia, a partir de Corumbá”, diz Reinaldo Azambuja. “Nós temos a responsabilidade de conduzir esse processo de integração, principalmente em razão da nossa localização estratégica, como eixo de pelo menos dois corredores intermodais que dão acesso aos portos do Chile e Peru, incluindo a rota rodoviária que passando por Porto Murtinho, na fronteira com o Paraguai”, destaca o governador.

O Corredor Ferroviário Bioceânico vai integrar toda a região Centro Oeste da América do Sul, formada pelos estados brasileiros do Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia; as províncias argentinas de Catamarca, Chaco, Corrientes, Formosa, Misiones, Salta, Santiago del Estero e Tucumán; a Primeira e Segunda Região do Chile; os departamentos peruanos de Arequipa e Tacna e todo o território da Bolívia e do Paraguai.

A rota bioceânica por ferrovia vai até Santa Cruz de La Sierra e se integra ao modal rodoviário, com saídas tanto para os portos de Antofagasta, Mejillones e Iquique, no Chile, quanto aos portos de Ilo e Matarani, no Peru. O segundo eixo, rodoviário, segue via Paraguai e se integra ao sistema viário do norte argentino. O primeiro debate sobre o Corredor Ferroviário Bioceânico foi realizado em Campo Grande, em 2004.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BATAGUASSU
Homem esfaqueia marido da ex por não aceitar fim de relacionamento
OBSERVATÓRIO DO CLIMA
Fundo Amazônia tem R$ 2,9 bilhões paralisados pelo governo Bolsonaro
MEIO AMBIENTE
Dois são autuados por derrubada de árvores para exploração de madeira
EDUCAÇÃO
Sesi/MS oferece aulão online gratuito preparatório para o Enem
CASSILÂNDIA
Cliente não paga conta de bar e atira contra o comerciante
EVENTO
VI Encontro Estadual de Juízes dos Juizados Especiais será em novembro
CRIME AMBIENTAL
Paranaense é preso com pescado abaixo da medida e acima da cota
ESPORTE
Piso no Guanandizão para a Supercopa de Vôlei começa a ser montado
TRÁFICO
Polícia Federal prende mecânico com 85 quilos de cocaína em Dourados
OPERAÇÃO SERÁ
Polícia tenta localizar possíveis músicas inéditas de Renato Russo

Mais Lidas

GRANDE DOURADOS
Cobertura de barracão de cerealista ‘voa’ com o vento; veja vídeo
DOURADOS
Guarda encerra festa organizada por adolescente em plena pandemia, apreende droga e até arma artesanal
DOURADOS
Délia decreta emergência por causa de danos provocados pela tempestade
TEMPESTADE
Chuva e ventos de 46km/h derrubam árvores e levam sujeira às ruas de Dourados