Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
SUCESSÃO MUNICIPAL

Reinaldo aguarda Marçal e diz que mudança depende dele

06 junho 2015 - 13h05

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse na manhã deste sábado (6) durante a abertura da Expomara, em Maracaju, que ainda aguarda a resposta do ex-deputado e radialista Marçal Filho (PMDB) para integrar o seu partido. Ele também confirmou uma reunião entre as partes na próxima semana, em Campo Grande.

“O convite foi feito e estamos aguardando. Ele [Marçal] estará em Campo Grande na próxima semana e vamos conversar. Dependemos apenas do aceite dele para integrar o PSDB”, disse ao Dourados News.

Marçal Filho já fez parte do ‘ninho tucano’ na década de 1990 e nas eleições de 1998 se elegeu deputado federal pela sigla, mudando para o PMDB no ano seguinte, quando assumiu o cargo na Câmara dos Deputados.

Em 2012 ele se colocou a disposição para a disputa das eleições municipais, mas acabou impedido de lançar candidatura por conta do projeto do partido em apoiar o atual prefeito, Murilo Zauith (PSB), indicando Odilon Azambuja como vice, o que desagradou o então deputado.

A possibilidade de mudança de ares de Marçal Filho é tão grande que o ex-governador André Puccinelli agendou um encontro com ele na segunda-feira (8), como forma de tentar mantê-lo no partido.

Porém, para Reinaldo Azambuja, a reunião entre ambos em Dourados pouco deve mudar a opinião do radialista. “Isso [a reunião] não atrapalha a nossa negociação, até porque não se pode impor nada. Sabemos que ele é uma liderança muito forte em Dourados e queremos contar com ele ao nosso lado”, finalizou.

ABANDONOU A POLÍTICA

Ao não conseguir a reeleição para a Câmara dos Deputados no ano passado, o radialista se pronunciou em seu programa de rádio dizendo que abandonaria a política, porém, seu nome é bastante lembrado para a prefeitura em Dourados, tanto que gerou o convite por parte das lideranças do PSDB.

Porém, a troca de partido não significa que Marçal será o nome da sigla na disputa pela prefeitura em 2016.

Durante a abertura da Expoagro, o governador disse que as conversas para a sucessão municipal ficarão a cargo dos diretórios regionais. “Ele é um nome forte, mas quem vai decidir serão os diretórios”, disse na época.



Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
UEMS sedia XV Jornada Nacional de Linguística e Filologia em novembro
CRIME AMBIENTAL
Homem é preso e autuado por capturar e abater peixe com pesca proibida
QUEIMADAS
MS vai receber mais R$ 1,35 milhão para combate a incêndios florestais
TRÊS LAGOAS
Morto a tiros em lanchonete teria conversado com a ex do assassino
SUPREMO
Celso de Mello antecipa aposentadoria e deixará STF em 13 de outubro
JUSTIÇA
Motorista embriagado deve indenizar vítima de acidente de trânsito
SEGUE INTERNADO
Motorista baleado durante golpe do falso frete é de Dourados
ELIMINATÓRIAS
Matheus Cunha é convocado para seleção na vaga de Gabriel Jesus
POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
MS
Veículos apreendidos com drogas são leiloados virtualmente

Mais Lidas

PANDEMIA
Novo decreto diminui toque de recolher e libera venda de bebidas em bares até as 23h
ACIDENTE
Mulher envolvida em acidente no Centro ficou presa às ferragens de veículo
PROSSEGUIR
Governo atualiza mapa da Covid e Dourados volta para "bandeira vermelha"
POLÍCIA
Homem morre ao tentar invadir delegacia de Glória de Dourados