Menu
Busca terça, 01 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905
CÂMARA DOS DEPUTADOS

Projeto pode criar cota de 5% para contratação de artistas de baixa renda e idosos

26 outubro 2020 - 13h10Por Da Redação

O Projeto de Lei 4857/20 estabelece a cota mínima de 5% para a contratação de artistas com renda mensal de até quatro salários mínimos, e de mais 5% para os artistas com 60 anos ou mais e também de baixa renda nas produções audiovisuais financiadas com recursos públicos.

A proposta é do deputado Deuzinho Filho (Republicanos-CE) e tramita na Câmara dos Deputados. O parlamentar argumenta que, ao contrário do que leva a crer a glamourização promovida pela mídia, uma das categorias profissionais mais desamparadas no Brasil é a dos artistas.

“Embora existam astros muito bem remunerados pela televisão e pelo cinema, a esmagadora maioria dos artistas está fora do mercado formal da cultura e do entretenimento”, observa Deuzinho Filho.

Ele lembra que o Brasil conta com diversos mecanismos públicos de fomento da cultura, como a Lei Rouanet, e defende que estes evoluam para assegurar oportunidades de trabalho mais igualitárias aos artistas.

“Para os profissionais que ainda não obtiveram reconhecimento e visibilidade ou que já fizeram sucesso em algum momento, a proposta representa a possibilidade de exercer profissionalmente a sua arte e dela viver”, defende Deuzinho Filho. “A iniciativa também vem ao encontro das aspirações dos brasileiros todos, que têm o direito de se ver representados, em sua diversidade, nas produções audiovisuais custeadas pelo Poder Público.”

Regras
Conforme o texto, a medida valerá para as produções cujo elenco tenha mais de sete artistas. As mesmas regras se aplicariam para a contratação de figurantes.

O texto não interfere na forma de seleção dos profissionais, que será definida pelo diretor ou pelo responsável pela produção.

Caberá ao órgão responsável pela concessão do financiamento a fiscalização do cumprimento da medida, caso ela seja aprovada e vire lei. O recurso público será cancelado em caso de descumprimento ou de fraude na contratação prevista.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ministério da Saúde concluirá plano de vacinação após registro de imunizantes
PANDEMIA 
Ministério da Saúde concluirá plano de vacinação após registro de imunizantes
MATO GROSSO DO SUL
Reinaldo pede inclusão de rodovia Sul-fronteira no Orçamento da União
Aprovado projeto do deputado Marçal Filho que identifica autistas no RG
ALEMS
Aprovado projeto do deputado Marçal Filho que identifica autistas no RG
DIREITOS
Comafro convoca movimentos para definir nova composição nesta quarta-feira
Habilitações vencidas em 2020 terão um ano a mais de validade
TRÂNSITO
Habilitações vencidas em 2020 terão um ano a mais de validade
FÓRMULA 1
Com covid-19, Lewis Hamilton está fora do GP de Sakhir
DOURADOS
Câmara de Dourados aprova pagamento de plantões para agentes comunitários de saúde
PANDEMIA 
MS tem mais de 8 mil casos sem encerramento em plataforma
ECONOMIA
Governo paga 13° salário nesta terça após servidores escolherem a data
BRASIL
Anvisa inicia inspeção de fabricação de vacinas na China

Mais Lidas

PODER PÚBLICO
Gaeco volta às ruas de Dourados com nova operação
POLICIAL
Criminoso imita abordagem de polícia para cometer roubo em Dourados
BR-376
Acidente entre Dourados e Fátima do Sul deixa um morto e dois feridos
PANDEMIA
Covid volta a matar e Dourados acumula 120 vítimas da doença