Menu
Busca sexta, 04 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905
ASSEMBLEIA

Projeto de Marçal cria campanha de incentivo à vacinação em MS

20 outubro 2020 - 12h27Por Da Redação

Começou a tramitar nesta terça-feira (20) na Assembleia Legislativa, Projeto de Lei 198/2020, que institui, no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul, a Campanha Permanente de Sensibilização, Informação e Incentivo à Vacinação. De autoria do deputado Marçal Filho (PSDB), a proposta segue para análise do aspecto legal e constitucional.

A ideia do projeto é incentivar campanhas informativas, com materiais impressos e/ou digitais para ampliar o conhecimento da população, promovendo a disseminação das informações corretas e fidedignas quanto à importância, eficiência e eficácia da vacinação para o controle e a erradicação de doenças.

Além disso, o objetivo é promover a realização de atividades educativas, no âmbito das redes públicas de saúde e de ensino, para combater de forma contínua a propagação de dados falsos e contrários ao sucesso das campanhas de vacinação e dos programas de imunizações.

O projeto estabelece ainda a finalidade de formalizar parcerias com a iniciativa privada, ONG’s, OSCIP’s, Clubes de Mães e Associações de Bairros, visando propiciar a soma de esforços do Poder Público e da sociedade para a divulgação do Programa Nacional de Imunizações e suas Vacinas.

Neste ano, Mato Grosso do Sul registrou preocupante queda na imunização de crianças, não alcançando os índices esperados e ficando abaixo das metas previstas pelo Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde.

"Tal fato pode ser explicado pela situação atípica que o mundo está vivenciando, em razão da pandemia do novo coronavírus. Além disso, outros fatores complexos, como religião e socioeconômico, podem contribuir para a recusa vacinal. Ocorre que isso pode fazer com que as crianças e a população em geral fiquem expostas a outras patologias, gerando, inclusive, o risco de novos surtos de doenças contagiosas”, justificou o deputado.

Conforme o Ministério da Saúde, as baixas coberturas vacinais registradas, sobretudo daquelas que fazem parte do calendário nacional de vacinação, representam uma ameaça para o retorno de doenças comuns no passado e que de certa forma tiveram sua circulação freada pelo trabalho de imunização.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ação conjunta fiscaliza pesca predatória na região de fronteira
RIO APA
Ação conjunta fiscaliza pesca predatória na região de fronteira
Descontaminação em subsolo de bairro edificado sobre lixão fica para depois da pandemia
DOURADOS
Descontaminação em subsolo de bairro edificado sobre lixão fica para depois da pandemia
Veículo roubado é recuperado com mais de 700 quilos de maconha
AMAMBAI
Veículo roubado é recuperado com mais de 700 quilos de maconha
EDUCAÇÃO
Aplicativo é mais uma opção para estudante acessar o Painel do Aluno
Contrabandistas perdem R$ 2 milhões com apreensões de mercadorias e veículo
ANASTÁCIO
Contrabandistas perdem R$ 2 milhões com apreensões de mercadorias e veículo
PONTA PORÃ
Quase meia tonelada de maconha é apreendida em residência
DOURADOS
Empresa vai recapear linhas de ônibus e ruas próximas por R$ 14 milhões
ITINERANTE
Carreta da Justiça define calendário de atendimentos em 2021
DOURADOS 
Moto furtada de marmoraria é recuperada e jovens são autuados por receptação
SAÚDE & BEM - ESTAR
Mitos e verdades sobre o Glaucoma

Mais Lidas

POLÍCIA
Homem é encontrado morto em ponte próximo à Vila Cachoeirinha 
CAARAPÓ
Jovem que matou companheira com mata-leão é autuado em flagrante por homicídio doloso
ACIDENTE
Rodas de carreta se soltam e atingem mulher na calçada em Amambai
DOURADOS
Corpo encontrado na pedreira é de homem desaparecido há quatro dias