Menu
Busca domingo, 25 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
DUODÉCIMO

Prefeita Délia destaca sensibilidade do legislativo de Dourados

13 dezembro 2017 - 11h34Por Da Redação

A devolução antecipada de R$ 4 milhões das sobras do duodécimo que o executivo repassa mensalmente ao legislativo vai permitir à Prefeitura de Dourados quitar o restante da folha salarial de novembro do funcionalismo municipal. A garantia foi dada pela prefeita Délia Razuk, durante ato simbólico, no plenarinho da Câmara de Vereadores, na manhã desta quarta-feira, dia 13 de dezembro.

A devolução da sobra do repasse é prática usual dos legislativos municipais em todo o país, geralmente ao final de cada exercício, havendo sobra de recurso financeiro, depois de atendidas todas as despesas da Câmara. Em Dourados, este ano, a Mesa Diretora, em comum acordo com os demais vereadores e a pedido da prefeita, decidiu antecipar em duas semanas a devolução da sobra, para ajudar a administração, que enfrenta dificuldade para saldar integralmente a folha salarial, impactada em mais de R$ 6 milhões mensais com alterações no PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Salários).

A prefeita Délia Razuk elogiou a iniciativa dos vereadores, que “tiveram sensibilidade para entender o momento difícil que enfrentamos”. Lembrou que a administração atual herdou uma folha salarial altíssima, mas que a partir de 2018, com uma política de redução de custos, será possível economizar “para que nunca mais ocorra a necessidade de escalonar os salários dos servidores”.

De acordo com a gestora municipal, o valor devolvido, que para alguns pode parecer pouco diante do tamanho da folha salarial do funcionalismo, é na verdade de grande importância, “vai ser muito útil para nós e vai fazer a diferença na vida dos servidores”.

Por fim, a prefeita saudou a todos da Câmara Municipal e, lembrando dito popular, disse que “vereador não pode ser para-choque; tem que ser protagonista, porque é ele que está no contato diário com os moradores e sabe quais são as reais demandas da comunidade”.

A presidente da Câmara, Daniela Hall, disse que a formalização da devolução foi possível com economia e a colaboração de todos os vereadores, de cada gabinete e departamento da Casa. Daniela reconheceu que não só Dourados, mas a maioria dos municípios brasileiros enfrenta crise financeira e que cabe aos poderes dividir responsabilidades.

Todos os vereadores presentes manifestaram a disposição de contribuir com o executivo para vencer desafios e garantir dias melhores à população.

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
A três semanas das eleições, candidatos a prefeito gastaram R$ 400 mil em campanha
BRASIL
Mortes por covid-19 chegam ao menor nível desde maio, diz Fiocruz
CAPITAL
Autocine exibe o filme nacional “O Bem Amado” e contação de histórias abordando bullying
DOURADOS
Homem tem surpresa desagradável após deixar moto estacionada
SEGURANÇA PÚBLICA
Mato Grosso do Sul reduz índices de violência durante a pandemia
DOURADOS
Juiz nega pedido da prefeitura contra liminar do TCE que barrou licitação para limpeza pública
DOURADOS
Homem é socorrido às pressas após levar golpes de facão na cabeça
MS
Traficante é flagrado pelo DOF com pasta base de cocaína e maconha
FURTO
Adolescente de 14 anos é vítima de criminosos ao voltar de festa em Dourados
STJ
Rejeitado pedido de município para usar verba da pandemia em outras finalidades

Mais Lidas

DOURADOS
Acusado de matar mulher por asfixia no Canaã I é preso no Piratininga
TRÂNSITO
Moto invade preferencial, é atingida por caminhonete e dois ficam feridos na Marcelino
DOURADOS
PM é acionada e consegue evitar suicídio de homem em hotel
DOURADOS
Homem invade casa, tenta estuprar jovem e é detido por populares