Menu
Busca segunda, 19 de abril de 2021
(67) 99257-3397
BRASIL

Jovem é preso após publicação sobre visita de Bolsonaro a Minas Gerais

04 março 2021 - 17h50Por G 1

Um jovem de 24 anos foi preso em flagrante no início da madrugada desta quinta-feira (4) em Uberlândia, após fazer postagens referentes à visita do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) à cidade. A Polícia Militar considerou que João Reginaldo da Silva Júnior incitou a prática de crime contra segurança nacional ao publicar no Twitter a frase: "Gente, Bolsonaro em Udia amanhã... Alguém fecha virar herói nacional?"'.

Bolsonaro foi recebido no aeroporto da Uberlândia, onde pousou pouco depois das 9 horas desta quinta, numa parada que estava fora da agenda oficial. O destino do presidente foi a cidade de São Simão, sudoeste de Goiás, onde participou da inauguração de um trecho da Ferrovia Norte-Sul.

Segundo informações do boletim de ocorrência da PM, João foi encontrado na residência onde mora com os pais e, no momento na abordagem, confirmou a publicação na rede social e foi preso em flagrante. A PM conduziu o jovem até a Delegacia da Polícia Federal em Uberlândia, onde teve a prisão ratificada pelo delegado federal Laerte Vieira Gonçalves Neto e levado para o Presídio Uberlândia 1.

A família disse que aguarda a liberação do jovem e a orientação do advogado sobre se darão declaração sobre o caso.

A prisão ocorreu após o serviço de inteligência da PM fazer rastreamento nas redes sociais e identificar a postagem, segundo a corporação "com propaganda e incitação à prática de crimes contra a integridade física e a vida do Exmo. Presidente da República Jair Messias Bolsonaro com promessas de que tais ameaças se concretizariam durante a sua passagem nesta cidade de Uberlândia na data de hoje".

A publicação de João Reginaldo teve pelo menos três respostas em concordância. Segundo informação do Auto de Prisão em Flagrante da PF, os policiais militares chegaram a ir até a casa das outras três pessoas autoras das respostas, mas não conseguiu localizá-las. A Polícia Federal disse que vai continuar as investigações e todos poderão ser indiciados pelo mesmo crime.

Durante o interrogatório na Polícia Federal, João Reginaldo da Silva Júnior disse que o "tuíte" não teve nenhuma conotação de ameaça, mas apenas humor e que desconhece as pessoas que responderam ao comentário publicado por ele.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FERIADÃO
Comarca de Miranda não terá expediente entre hoje e quarta
Após uma semana, vacinação contra gripe atinge 1,8% do público-alvo
BRASIL
Após uma semana, vacinação contra gripe atinge 1,8% do público-alvo
Trabalhadores rurais encontram corpo carbonizado às margens da BR-163
REGIÃO
Trabalhadores rurais encontram corpo carbonizado às margens da BR-163
Veículo furtado em São Paulo é recuperado pela polícia
BR-463
Veículo furtado em São Paulo é recuperado pela polícia
MATO GROSSO DO SUL
Beneficiários do Mais Social terão que participar de curso profissionalizante
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda de olho na cena externa
CRIME AMBIENTAL
Homem é autuado em R$ 12 mil por derrubar árvores em área protegida de matas ciliares
DOURADOS
Escolas indígenas serão ampliadas com recursos do FNDE
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
CAMPO GRANDE
Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão e investiga compra de materiais de limpeza

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto