sábado, 13 de julho de 2024
Dourados
11ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
CPI DA JBS

Investigação em Mato Grosso do Sul subsidiará CPMI do Congresso

18 setembro 2017 - 11h53

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Irregularidades Fiscais e Tributárias do Estado de Mato Grosso do Sul, criada na Assembleia Legislativa, vai subsidiar de informações a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da JBS, realizada no Congresso Federal.

A colaboração será oficializada com a assinatura de um Termo de Cooperação entre as duas comissões conforme anunciou, nesta segunda-feira (18), o presidente da CPI na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS), deputado estadual Paulo Corrêa (PR).

O comunicado foi feito na Sala da Presidência da ALMS, onde Corrêa recebeu o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS), que é o relator–geral da CPMI, que une parlamentares do Senado e da Câmara Federal. "Esse intercâmbio de informações nos deixa mais fortes na busca para garantir o ressarcimento aos cofres públicos, em especial a Mato Grosso do Sul, em que contabilizamos danos em torno de R$ 500 milhões. Vamos ao Congresso depor, se necessário, e entregaremos documentos e nossa análise de mais de 100 mil notas, em que constatamos notas repetidas, notas frias e assim colaboramos para um trabalho conjunto", analisou Paulo Corrêa.

Carlos Marun comemorou a parceria. "Eu tenho certeza que a CPI tem muito a colaborar, todavia, uma empresa com a capilaridade da JBS deve ter sim dívidas com muitos estados e ao constatar todo esse montante, o Estado já sai na frente", explicou o deputado federal. Marun ainda prometeu buscar uma reunião dos parlamentares estaduais com a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que substituiu Rodrigo Janot, em posse assinada esta segunda-feira.

CPI

A CPI foi constituída para investigar a denúncia realizada pelos executivos da JBS, Joesley Mendonça Batista, Wesley Mendonça Batista e Ricardo Saud, do pagamento de diversas notas fiscais, supostamente ‘frias’, emitidas por pessoas físicas ou jurídicas entre os anos de 2010 a 2017, sem suposto fornecimento de bens ou serviços em contraprestação à concessão de benefícios fiscais pelo Estado de Mato Grosso do Sul.

CPMI

A CPMI foi criada para investigar as irregularidades envolvendo a empresa JBS em operações realizadas com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), ocorridas entre os anos de 2007 e 2016.

Deixe seu Comentário

Leia Também

No Dia Mundial do Rock, documentário sobre Bando do Velho Jack estreia em MS
MÚSICA

No Dia Mundial do Rock, documentário sobre Bando do Velho Jack estreia em MS

CREC/Juventude se despede do Brasileiro no Rio de Janeiro diante do Vasco
FUTSAL

CREC/Juventude se despede do Brasileiro no Rio de Janeiro diante do Vasco

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio acumulado em R$ 15 milhões
BRASIL

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio acumulado em R$ 15 milhões

Ainda em alerta, sábado tem mínima abaixo de 8ºC e domingo deve ser mais 'gelado' em Dourados
CLIMA

Ainda em alerta, sábado tem mínima abaixo de 8ºC e domingo deve ser mais 'gelado' em Dourados

Copa do Brasil conhece hoje mais dois classificados às oitavas de final 
FUTEBOL

Copa do Brasil conhece hoje mais dois classificados às oitavas de final 

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Após agredir, homem ameaça matar mulher na frente das filhas em Dourados

DOURADOS

Final de semana gelado? Cinema é opção de lazer com quatro filmes em cartaz

ENQUETE

Leitores não acreditam que aeroporto de Dourados volte a operar em 2024

DOURADOS

No Dia Mundial do Rock, douradenses falam sobre importância da música para a saúde

CAPITAL

Servidora presa mentiu sobre roubo de celular e assédio no Detran

Mais Lidas

MS

Inscrições para o Curso de Libras EAD Nível I do 2º Semestre abrem dia 15 de julho

DOURADOS

Ministro admite atraso e prevê projeto de novo terminal do Aeroporto concluído até fim de julho

OPORTUNIDADE

Com recrutamento noturno, indústria abre 400 vagas de trabalho em Dourados

DOURADOS

Corpo de liderança indígena será sepultado na tarde desta quinta-feira