Menu
Busca terça, 20 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Grito dos Excluídos vai exigir mudanças na política econômica

04 setembro 2005 - 10h11

"Brasil, em nossas as mãos a mudança" é o lema da 11ª edição do movimento do Grito dos Excluídos deste ano, manifestação nacional que prevê ações em todos os estados do país na Semana da Independência e, particularmente no dia 7, quando caravanas de diferentes regiões vão se encontrar na Basílica de Nossa Senhora de Aparecida do Norte. Este ano o objetivo é exigir mudanças econômicas e combate à corrupção, informa a Agência Brasil.O movimento Grito dos Excluídos possui uma Coordenação Nacional própria, reúne entidades da sociedade civil e tem uma forte participação da Igreja Católica. O movimento tem um lema a cada jornada, mas sempre leva para as ruas também reivindicações das entidades que participam, como moradia e saúde. O bispo auxiliar de São Paulo, Pedro Luiz Stringhini, representante da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), defende que no Grito deste ano também deve estar em pauta a discussão sobre a ética no Brasil, especialmente no que se refere à corrupção. Para João Pedro Stédile, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e um dos membros da coordenação do Grito, há três principais reivindicações do MST. "O foco principal da gritaria é, em primeiro lugar, exigir mudanças na política econômica do governo. No segundo aspecto, vamos pedir que o governo brasileiro retire as tropas do Haiti, que nos envergonha. E em terceiro, vamos aproveitar para conscientizar o povo de que só a organização dele é que pode gerar mudanças sociais".

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS participa de consórcio para compra de 28 milhões de doses de vacina contra Covid
PANDEMIA
MS participa de consórcio para compra de 28 milhões de doses de vacina contra Covid
Com apenas seis bolsas do tipo O-, Hemocentro faz apelo por doação de sangue
DOURADOS
Com apenas seis bolsas do tipo O-, Hemocentro faz apelo por doação de sangue
Barbosinha pede ao Governo construção de 28 casas populares no distrito de Indápolis
LEGISLATIVO DE MS
Barbosinha pede ao Governo construção de 28 casas populares no distrito de Indápolis
Câmara: plantio de maconha para fins medicinais tem parecer favorável
BRASIL
Câmara: plantio de maconha para fins medicinais tem parecer favorável
BRASIL
Vacina em ritmo lento pode afetar economia, alerta relatório da IFI
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados
PANDEMIA
Mais quatro douradenses morrem de Covid-19 e outras 113 pessoas testam positivo
LEI
Sancionada lei que dá o título de Capital Nacional da Celulose a Três Lagoas
FRAUDE NA PREVIDÊNCIA
Cumprindo mandado em MS e outro estado, PF deflagra Operação Escambo
BRASIL
Anvisa autoriza uso emergencial de coquetel contra a covid-19

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
LOTERIAS
Mega-Sena premia uma aposta com R$ 40 milhões e 11 douradenses acertam a Quadra
DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro